Archive for janeiro \29\UTC 2009

Câmeras para os motoristas infratores

29 de janeiro de 2009

Na manhã dessa quinta-feira fiquei por alguns minutos ali no cruzamento da Wilson Alvarenga com a Hildebrando Santana, que dá acesso ao bairro Rosário. Eu conversava com o amigo Chiquinho Piedade e o flagrante com que deparamos com motoristas irresponsáveis, imprudentes e f.d.p. fazendo manobras radicais naquela esquina foi algo assustador. Alguns descendo com seus veículos pela Wilson Alvarenga e fazendo conversão sentido ao Rosário, o que é proibido; outros descendo pela Hildebrando Santana e descendo pela avenida, o que também é proibido. Basta ali uma câmera para que esses imbecis do volante sejam multados e paguem pesadas multas pelos seus erros.

Hora de o Settran pensar nessa hipótese e quem sabe estender tal proposta para outros pontos da cidade. Além do trânsito caótico, motoristas não têm nenhuma cultura e muito menos educação.

Montar uma Igreja: um bom negócio

29 de janeiro de 2009

Montar uma Igreja é um negócio lucrativo? Aposto que sim. Sem aqui querer generalizar, porque acredito mais nas pessoas de bem e realmente preocupadas em propagar a fé cristã, a gente vê cada coisa acontecendo que espanta. E uma das coisas mais certas está na parte onde se lê: “cuidado com os falsos profetas”. E esta categoria tem aumentado consideravelmente. Obviamente que em todas as profissões e também em todas as religiões há pessoas boas e aquelas que agem de má intenção. Faz parte do ritmo da vida. Mas, quando a coisa é ligada ao nome do Superior, em nome de Deus, aí a gente se assusta. Eu, particularmente, fico boquiaberto.

Aqui em Monlevade, nessa pequena cidade do interior de Minas, basta observar e ver quantas igrejas são fundadas. E cada uma com o nome mais chamativo e tudo em nome de Jesus, como se Ele fosse uma mercadoria. Pessoas preparadas culturalmente e com grande poder de persuasão acabam se tornando os líderes espirituais desses grupos que, passam primeiro por uma garagem e depois, melhores preparados financeiramente já alugam um amplo salão, vão ganhando mais adeptos e consequentemente entra mais dinheiro e em pouco tempo constroem seus templos religiosos. O povo, o cidadão ou cidadã simples, está ali realmente com o único objetivo de encontrar a salvação, principalmente hoje, nesse mundo tão violento, entregue a um governo paralelo que faz das drogas a sua moeda corrente. Portanto, o povo quer mesmo ficar mais próximo do Deus. E naquele seu espaço sente mais segurança e se fortalece espiritualmente. Mas, por trás dessa fé, e no mesmo espaço, há os que comandam os passos dos seus discípulos e até os controlam financeiramente. E isso que nos deixa perplexos diante da ignorância e da inexperiência de vida do povo mais humilde.

Mas tudo faz parte de um mundo capitalista, onde o dinheiro e a ganância mudaram os valores. Até mesmo da fé, porque a Igreja agora faz parte de um negócio, como se fosse montar uma empresa e, dentro dessa engrenagem seja gerado o lucro, mesmo que em nome de Deus. E eu só não entendo como tantas pessoas são enganadas e continuam de olhos vendados. Afinal, todos têm acesso às informações sobre esses falsos profetas, que querem sim sugar até o último centavo de seus fieis. Isso se assiste na mídia televisiva e casos e casos são relatados. Mas o povo, ou melhor, grande parte dele, continua crendo em Deus e no diabo.

Doró, o segundo Robertinho?

29 de janeiro de 2009

Pode ser que eu esteja enganado, mas estou com uma certa impressão que o candidato a vereador mais votado na história política de Monlevade, o caro “Doró”, será o segundo Robertinho no Legislativo Municipal.

Durante um encontro informal ocorrido na noite dessa quarta-feira, onde se encontravam o Márcio Passos, Cacá Lima, Paulo Roberto, Railton Franklin, Carlos Moreira e este escrevinhador, regado e uma cerveja gelada e um bom churrasco, fiz tal comentário. Alguns concordaram e outros não, obviamente. Mas o certo é que o “Doró” ainda está muito vislumbrado e sua ficha dos mais de dois mil votos ainda não caiu. E, tal qual o Robertinho – somente eleito graças ao ex-prefeito Moreira e como o seu antecessor, vai acabar se achando. Coisas de pessoas que deixam o encanto da vaidade ultrapassar a sabedoria da humildade e que se esquecem de que o poder é passageiro, e efêmero. Cuidado nessa hora

Falando em Poder…

29 de janeiro de 2009

Anos atrás comentava com um amigo que muitas pessoas que não estão preparadas para assumir o poder acabam sucumbindo muito rápido. Elas se desintegram como pó. E vou dar o exemplo de um político que encarava o poder como “pra sempre”. Foi o ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal José Benísio Werneck. Pessoa até de uma certa ingenuidade, mas se deixou levar pelo poder. Entusiasmou-se com o assédio e se deixou levar pela vaidade. E como ele, outros tantos e que, justamente por terem sido enganados pelo próprio ego e terem cavado seu próprio infortúnio, hoje nem são mais lembrados como parte da história política de João Monlevade. E daqui a bem menos tempo que imaginam, cairão por completo da memória do povo. Esquecem que não são o poder, mas apenas estão no poder. Nós, como profissionais da imprensa, são estamos jornalistas, mas somos jornalistas.

Enchente em Piracicaba e Monlevade

28 de janeiro de 2009

Uma enchente acometeu o município de Rio Piracicaba (MG) na tarde dessa terça-feira, 27, causando enorme prejuízo à população. O rio subiu muito acima de seu nível e chegou a atingir casas e comércio na principal avenida da cidade. Segundo informações, a enchente foi provocada por uma tromba d´água que caiu na noite de anteontem na região central do estado, onde nasce o rio Piracicaba. O estrago maior foi no bairro da Samitri. Em Fonseca, distrito de Alvinópolis, o nível do rio subiu cinco metros e também deixou várias pessoas desabrigadas. .

Também a população ribeirinha de Monlevade está apreensiva desde ontem à noite, quando por volta das 22 horas o nível do Piracicaba subiu e várias algumas casas da ruas Tapajós, Beira Rio e Amazonas, no bairro Santa Cruz, foram inundadas. Dezenas de pessoas estão desabrigadas e algumas foram retiradas de botes. Algumas linhas de ônibus que correm para aquela região estão paradas até a situação se normalizar. O prefeito Gustavo Prandini colocou toda a sua equipe de prontidão para trabalhar na operação e dar toda assistência aos desabrigados. A Escola Santana deverá ser usada para abrigar essas pessoas.

O bendito trânsito nosso de cada dia

28 de janeiro de 2009

Sai de casa hoje pouco depois das 6 horas. Fui a São Domingos do Prata e de lá até o trevo de Barão de Cocais. Retornei a Monlevade e desci pela Armando Fajardo até o início do Loanda. Depois desci pela Getúlio Vargas até a Delegacia e subi pela Wilson Alvarenga. Ali começava o inferno astral deste bendito trânsito de Monlevade. Um engarrafamento que ia do trevo que dá acesso ao antigo “Marmota” (São Benedito) até a praça do Lindinho. E nesse trecho nenhuma irregularidade, apenas mesmo o caos de nosso trânsito, complicado ainda mais com a inércia de certos motoristas, que não conseguem trafegar na mão direita da pista. Foram mais de 15 minutos para percorrer esse trecho. Sr. José Jaime, pelo amor de Deus, vamos dar um jeito nesta joça. Primeiro passo: regulamentar o estacionamento da Wilson Alvarenga para quem está subindo.

Demora no atendimento

28 de janeiro de 2009

O atendimento por telefone na Câmara Municipal está que nem os serviços de empresas quando ligamos para obter alguma informação. Desculpem minhas amigas, mas nos últimos dois dias tive de esperar um bom tempo. Na segunda vez desisti e desliguei o fone. Fica aquela gravação chata, repetitiva até que alguém lhe atenda. Como seis que as meninas da Casa são altamente capacitadas, vamos dar uma olhada para ver o que está ocorrendo. Pode até ser a falta de mais uma pessoa para o atendimento via-telefone. Dei o recado.

Lula disse que seria apenas uma “Marola”

28 de janeiro de 2009

De forma irresponsável como um chefe de Nação, tão logo a crise mundial começou a dar as caras, em outubro passado, o nosso presidente Lula disse que “aqui no Brasil não vai haver nenhuma tsunami, mas apenas uma marola”. Pois é, aí está a marola do Lula, com o desemprego aumentando consideravelmente no país. A ilusão, senhor presidente, de que o Brasil é outro mundo, já passou. E estamos ferrados como o resto do povo brasileiro, com as exceções de sempre, é claro.

Aposentados “se fu”

28 de janeiro de 2009

Como diria o Arnaldo Jabour, o Brasil é mesmo o país do “se fu”. Aliás, com esta crise, agora que tá todo mundo mesmo se fu…dendo. E mais uma vez os aposentados de nosso país se ferram. Enquanto o senhor presidente vem dando o ar da graça, através do reajuste do salário mínimo dentro das perspectivas do Dieese, ou seja, acompanhando um aumento real aos trabalhadores que ganham em SM, os aposentados ficam para trás e a cada ano vão obtendo mais e mais perdas salariais. Afinal, se o mínimo cresce X, o reajuste do aposentado é X menos. Entenderam, caros caras-pálidas, que sempre apoiaram o “sapo barbudo”, como diria o saudoso Leonel Brizola, para chefiar esta Nação.

ArcelorMittal desmente venda de seus ativos no Brasil

27 de janeiro de 2009

INFORMAÇÃO À IMPRENSA

Em razão das notícias veiculadas nos jornais de hoje, a ArcelorMittal Brasil vem através deste comunicado afirmar categoricamente que não são verdadeiras as informações sobre a venda de ativos da ArcelorMittal no Brasil.

Com presença destacada nos setores de aços longos e planos ao carbono, a ArcelorMittal Brasil reúne três das mais competitivas empresas siderúrgicas no Brasil – ArcelorMittal Tubarão, ArcelorMittal Aços Longos e ArcelorMittal Vega – que se transformaram numa plataforma de crescimento do grupo na América Latina. Também faz parte do grupo mundial, a ArcelorMittal Inox Brasil, produtora de aços especiais.

A ArcelorMittal Brasil reforça a importância estratégica destas unidades para os negócios do grupo ArcelorMittal em escala mundial e reafirma que não existe, portanto, a intenção de se desfazer destes ativos.