Archive for janeiro \27\UTC 2010

Ditadura é tudo a mesma coisa

27 de janeiro de 2010

Enquanto já fracassou toda a estrutura governamental do leste europeu na era do comunismo… Enquanto já derrubaram o muro que separava as duas alemanhas… Enquanto o mundo corre contra o tempo à procura de mais tempo, em alguns países das Américas ainda há o resíduo da ditadura. Há restícios da prepotência e da falta de preparo em conviver com as diferenças. Nas Américas ainda há governos que não aceitam as críticas e a oposição, e se igualam a governos fascistas, nazistas. Como o do presidente Hugo Chaves, da Venezuela, símbolo do retrocesso.

Um governante que manda fechar emissoras de Televisão só porque as mesmas não apresentam os seus discursos, na íntegra. Enquanto nós, brasileiros, calados, aguentamos ainda mais calados, o governo brasileiro nada faz para que a nossa América não entre na contra-mão da história. Falta pulso ao presidente Lula em mostrar a cara e opinião do governo brasileiro sobre essa cara fascista e nazista do governo chavista. Mas o Brasil se omite. Por quê?

Se podemos utilizar o jargão “quem cala, consente”, o Brasil terá de seguir o mesmo caminho da Venezuela, ou seja: reprimir a oposição, matar estudantes contrários ao governo, fechar as emissoras de TV e rádio, calar a imprensa escrita e colocar a censura nas ruas, com cassetetes, polícia, cavalos, gases, porradas etc. Ou não é isso que o senhor Chavez tem feito na Venezuela?

Lula, você é o nosso presidente e, mesmo amigo pessoal de Chavez, tem a obrigação de criticar o governante vizinho. Afinal, se lutou em defesa de Zelaya, qual a diferença do gesto entre se tirar um presidente eleito legitimamente pelo povo do poder, do povo que está sendo massacrado por um chefe de governo? Você,Lula, tem moral para levantar a bandeira contra a ditadura e o nazismo nas Américas. De quebrar essa “revolução” de um homem só chamada ódio e retrocesso.

Mesmo de recesso… Lula tá como medo!

27 de janeiro de 2010

… Resolvi dra um pitaco direto de Itaoca. Assistindo agora ao Jornal Nacional, ouvi um analista político e um dipomata darem suas opiniões sobre a postura do governo brasileiro, quiçá o presidente Lula, sobre dois fatos: a crise em Honduras – onde o Brasil ainda não reconhece o novo presidente e deu apoio a Zelaya – e a crise venezuelana que culmina com um governo revanchista, castrista e ditador de Hugo Cháves, onde o governo Lula é omisso e fica em cima do muro.

O diplomata alertou sobre o perigo de o Brasil perder sua influência política nas Américas, pelo fato de o senhor Lula estar misturando interesses de ordem político-partidárias com interesses governamentais. E foi mais longe: “deve ser esquecido agora o lado romântico e ideológico. Ou corremos grande risco de um fracasso”.

Pois é, mas ainda não dá para entender como o nosso presidente, Lula, tem tanto medo do ditador e retrógrado Hugo Chavez. Se alguém souber, que nos conte.

Recesso

27 de janeiro de 2010

Janeiro está chegando ao final e, aproveitando o 0800 do amigo Geraldo Vieira (Geraldinho do Metalúrgico) e da esposa Maria Leite, estaremos curtindo alguns dias em Itaoca, no sul do Espírito Santo. Retornamos, se Deus quiser, a partir da próxima terça-feira, 2 de fevereiro.

E nas bancas o Morro do Geo, em nova edição e fotos sensacionais dos carnavais passados de Jota Monlé.

Inté!

Mudança Radical

27 de janeiro de 2010

Através de release encaminhado à imprensa no final da tarde dessa terça-feira, o prefeito Gustavo Prandini de Assis anunciou o troca-troca no secretariado.

Polliana Prandini, irmão do prefeito, assume a Saúde e deixa a administração, enquanto a então secretária do setor, Gisele Domingues, vai para o setor burocrático.

A medida tem por objetivo otimizar as ações da Administração Municipal nos dois setores. As secretárias estão no período de transição e a efetivação nos novos cargos será feita no dia 22 de fevereiro.

Gisele vai para a Administração

São Gonçalo: Ponte Coronel recebe iluminação pública

26 de janeiro de 2010

Dezoito famílias que moram na rua Catirina, próximo ao Quiosque, na comunidade de Ponte Coronel, em São Gonçalo do Rio Abaixo foram contempladas com iluminação pública e padrões individuais. A Prefeitura concluiu o serviço na última semana.

Foi feita em toda a rua a extensão da rede, instalação de postes com sistema de iluminação pública composto por lâmpadas de vapor de sódio e padrões de luz individuais. Além da energia, o padrão é instalado totalmente sem custo para as famílias.

O investimento faz parte de um programa de eletrificação rural e urbana, com recursos próprios, que vem beneficiando comunidades do município com a instalação de energia elétrica. Segundo o prefeito, Raimundo Nonato Barcelos, o Nozinho, o objetivo do programa, que vem sendo desenvolvido desde 2007, é atingir 100% da população são-gonçalense.

Várias famílias foram beneficiadas com energia elétrica

Carta do José Antônio sobre Resposta de Geraldo Magela

26 de janeiro de 2010

“Caro Geraldo Magela, é bom mesmo o cuidado de irmos devagar, que há muita coisa de barro nesta história. Não o conheço pessoalmente, mas sempre acompanhei o seu trabalho e sei que se trata de um profissional, no mínimo, brilhante. Mas é óbvio que sua posição, principalmente a atual, não o credencia para argumentar em favor de ações governamentais. Tirante os petistas e outros istas ligados ao governo, praticamente todo ser pensante consegue enxergar nas tais iniciativas ranços autoritários.

Nào é necessário estar “contaminado” pela grande imprensa. Assim como também não seria necessário estar “contaminado” pelo “ideologismo” para se ter o bom senso de assumir quando se erra. Mas parece que não faz parte da cartilha da estrela esse tipo de postura. Interessante um membro de um governo (ainda que membro de forma indireta, como é o seu caso) que defende a interferência oficial no conteúdo dos órgãos de informação, ainda que disfarçada de preocupação com “interesses sociais”, defender a permanência de um blog que, sob o falso manto da democracia, ataca irresponsavelmente as pessoas. Falta um tiquinho de coerência nisso. Um grande abraço”.

José Antônio dos Santos – João Monlevade

Cartel dos Combustíveis volta com força em Monlevade

26 de janeiro de 2010

Tudo como antes no Quartel de Abrantes. Postei aqui na semana passada e há duas semanas escrevi uma nota que foi publicada no jornal “A Notícia”, alertando sobre o ressurgimento do Cartel dos Combustíveis em Monlevade. E parece que o grupo que comanda esta cartelização voltou com toda força.

Vamos memorizar: até março do ano passado o litro da gasolina custava nas bombas dos postos de revenda de combustíveis em Monlevade em média R$ 2,69 (dois reais e sessenta e nove centavos). Após a abertura do Girassol-5, no bairro Belmonte, o litro despencou e passou a custar em média R$ 2,44 (dois reais e quarenta e quatro centavos). Caiu ainda mais e até setembro do ano passado o litro da gasolina chegou a custar R$ 2,33 (dois reais e trinta e três centavos).

No entanto, gradativamente, o preço começou a subir e, de R$ 2,45 (dois reais e quarenta e cinco centavos) que custava até a semana passada, o preço subiu novamente e desde segunda-feira o litro da gasolina está a R$ 2,53 (dois reais e cinqüenta e três centavos). E isso em todos os postos de revenda na cidade, com uma diferença irrisória no valor. Não é caracterizado Cartel, quando não há a livre concorrência? E nós vamos continuar de braços cruzados, pôrra? É hora de agirmos e boicotarmos os postos que participam desse esquema sujo e de desrespeito aos consumidores. E o Ministério Público, também não irá tomar nenhuma posição para coibir essa cartelização?

O vice-prefeito Wilson Bastieri tinha razão.

Carnaval de Rua em Monlevade

26 de janeiro de 2010

O carnaval de Monlevade teve tradição entre os anos 60 a 80, com toca certeza. A era dos bailes de salão e de blocos e escolas de samba nas ruas marcou época, desde os tempos do “Samba Furô” descendo pela ladeira do morro do Geo, e passando pelas principais ruas do Centro Industrial, de Joanico e Piriel, ou da escola Boca de Lobo, comandada por Geraldo Orozimbo e Acrízio Engrácio. Tempo dos confetes e serpentina, e do lança-perfume em mãos.

Na primeira foto, componentes do Bloco “Reunião de Bacanas”, que fez sucesso no carnaval de rua nos anos 80. Aqui o passista Teófilo, a mulata de ouro Lúcia Valadão, o mestre José Wilson e o percussionista Ronildo, no palanque. Na outro foto, desfilando pela Boca Branca, no carnaval de 1984, o mestre-sala Donde e a porta-bandeira Márcia. Grandes carnavais!

Matéria publicada no jornal “Morro do Geo” em fevereiro de 2007.

Carnaval de Monlevade

26 de janeiro de 2010

“O carnaval é a melhor caricatura, na folia o povo esquece a amargura…” Pois é, mas é com este trecho de um samba enredo de um carnaval carioca que começamos a falar do carnaval de outrora que era realizado em João Monlevade. Podemos nunca ter tido a tal tradição de um grande carnaval de rua, mas devemos admitir que boas escolas de samba passaram por aqui, entre elas a Boca Negra, Boca Branca, Boca de Lobo e Estrela da Vila, do saudoso Zé Liga. Ainda o Bloco Bonequinhas de Elite (do Nova Lima) e Reunião de Bacanas. Isso sem contar a tradição que era de os blocos de clubes da cidade irem para a avenida e desfilarem ao toque de alguma bateria.

Pois bem, mas apesar de os carnavais já não serem os mesmos e terem morrido os carnavais de salão, de clubes como o Social, Ideal, União e Caça e Pesca, teremos novamente o carnaval este ano, mesmo que em pré-temporadsa. Não com samba no pé desfilando pelo asfalto, mas um carnaval.

A foto retrata um pouco das tradições do carnaval de rua realizado em João Monlevade entre os anos 1970 e 1980. A foto, de 1987, mostra no palanque o saudoso ex-prefeito Germin Loureiro (Bio), a então primeira dama Dona Zarif, a professora Coramar Alves e populares. Na avenida, em primeiro plano, um dos nomes que será eterno pelo que representou no folclore da cidade, sempre fantasiada de baiana no carnaval, a querida e saudosa Dona Flor, entre foliões. Aqui o carnaval de rua acontecia!

Matéria publicada no jornal “Morro do Geo” em janeiro de 2005.

Domingo tem Pré-Rebanhão

26 de janeiro de 2010

A Paróquia Nossa Senhora da Conceição realiza no dia 31 de janeiro, domingo, o Pré-Rebanhão com Cristo. O evento começa às 13h, na Igreja Santa Rita, no bairro Santa Bárbara, e terá a participação da Comunidade Missionária Sagrado Coração de Jesus, de João Monlevade, e do padre Rosemberg Evangelista da Silva, da cidade de Santa Bárbara (MG). Música, louvor, pregações, missa e benção do Santíssimo Sacramento fazem parte da programação.

O objetivo é fazer uma prévia, preparando os fiéis para o 7° Rebanhão com Cristo, que pela primeira vez será realizado na região de Carneirinhos, ao lado da Igreja Santa Rita, entre 13 e 16 de fevereiro. Anteriormente, o evento era promovido no bairro Loanda, mas por decisão do Clero do Regional II da diocese de Itabira-Coronel Fabriciano, o encontro será na Paróquia Nossa Senhora da Conceição.

Ontem, domingo, 24, durante a missa das 19h, na Igreja Sagrado Coração de Jesus, o padre Marcos Rosa oficializou a realização dos dois eventos na Paróquia. “É um carnaval santo,” afirmou o sacerdote que foi aplaudido pela assembleia, após o anúncio.

Na celebração, a coordenação apresentou a nova logomarca do Rebanhão com Cristo