Projeto de combate à dengue passa por adequações

Por entender a importância de se discutir junto aos educadores a melhor forma de se trabalhar o projeto de combate à dengue nas escolas, a Câmara Municipal de João Monlevade convidou diretores e representantes de 13 escolas de João Monlevade, para uma reunião, que ocorreu na sexta-feira, dia 6. O encontro teve a presença de representantes de quatro escolas, sendo as municipais Cônego José Higino de Freitas e Germin Loureiro, além da Escola Estadual Santana e do Centro Tecnológico Dr. Joseph Hein (Centec). Participaram do encontro ainda o presidente do Legislativo, vereador Guilherme Nasser (PSDB), os vereadores Carlos Gomes (PSB), Leles Pontes (PRB) e Thiago Titó (PMDB), além da assessora parlamentar Juliana Pereira, que representou o vereador Belmar Diniz (PT).

Guilherme Nasser fez a abertura do encontro e disse que a reunião não era apenas para apresentar o projeto, mas também para ouvir as sugestões dos educadores. “Queremos mostrar uma proposta a vocês. Sabemos que ninguém melhor que a comunidade escolar para dar sugestões de melhorias a este projeto”, disse. Conforme apresentado, a proposta inicial teria como foco os alunos do 6º ao 9º ano, das escolas municipais, estaduais e particulares na cidade. No entanto, os educadores sugeriram adequar o projeto para alunos da educação infantil. Isto porque as crianças estariam mais receptivas à proposta. Após análise, concordou-se em fazer esta adequação. “Democracia é isto. Antes de colocar o projeto em prática, queríamos ouvir os educadores, mesmo que poucos tenham aderido. Vamos fazer as adequações e marcar um novo encontro”, declarou Guilherme. Yolanda Coelho, diretora do Centec, aprovou a iniciativa da Câmara em trabalhar o tema. “Estamos dispostos a ajudar no que for necessário. O assunto é sempre pertinente”, disse.

Ações na comunidade

As ações de conscientização na comunidade serão feitas conforme planejamento inicial. A proposta é que seja feito mutirões de limpeza nos bairro que têm maior incidência de foco da dengue. Para isto, será feita uma campanha de conscientização, além de disponibilização de caçambas para que os moradores possam descartar os materiais que acumulam água. A Câmara Municipal busca parcerias com a iniciativa privada para efetivar a proposta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: