Gratidão é a principal arma do ser humano

Como disse um dia o Renato Russo, “deveríamos amar como se não houvesse o amanhã”. Verdade, porque não perdemos em nada quando somos gentis, generosos, simpáticos e gratos. Ah, esta sim, a palavra chave, a arma do ser humano: Gratidão. E faço questão de colocá-la em letra maiúscula. Porque infeliz daquela pessoa que é ingrata, que vira as costas para quem, lá no passado, ajudou-o de alguma forma.

E nesta segunda-feira, quando vai se aproximando a data de eu retirar da Gráfica o meu projeto literário, algo que foi um marco em minha carreira profissional – independente se irá agradar ou não àqueles que terão acesso ao Livro -, sinto-me cada vez mais no dever de agradecer todas as pessoas que tornaram possível esta vitória, que teve início trinta anos atrás. Afinal, desde quando o amigo e jornalista Márcio Passos abriu-me a porta para entrar de cabeça na profissão. E a ele quem agradeço primeiro. Depois, ao velho companheiro de tanta estrada, Geraldo Magela Ferreira e ao outro grande amigo e primeiro colega de redação, quando ingressei no jornal “A Notícia”, João Carlos de O. Guimarães. Depois ao Tavinho Viggiano, da Revista “Mostrar”, que muito me ensinou na arte de redigir.

O tempo foi passando e surgiu uma nova estrada a ser percorrida, que foi a Rádio “Tiradentes/Globo”. E, por ter feito parte da família “imprensa falada”, meu muito obrigado também ao Elmar Vinícius de Oliveira, meu primeiro “chefe” na emissora, e ao Geraldo Cardoso, grande colega e parceiro. E, em memória, ao José Inácio, outra fera e que nos abriu as portas para que fizéssemos um rádio mais voltado à comunidade. Assim o ciclo foi se formando até chegar ao “Morro do Geo”. Lá, durante os 11 anos que fizemos e contamos histórias, meu agradecimento muito especial a todos que fizeram parte de nossa equipe, como amigos e colaboradores, e faço questão de citar cada um deles: Gustavo Domingues, F. de Paula Santos (Barcelona), Francisco Bernardino (Baiano), Carlos Peixoto (J. Palhares), Coramar Alves, Anselmo de Oliveira, Carlos Augusto (Gugu), Luiz Ernesto Guimarães, Lucas Palhares, Breno Botelho, professor Geraldo Eustáquio Ferreira (Dadinho), Carla Santos, Sebastião Eustáquio (Taquinho Advogado), e ao casal José Maria e Conceição (da Banca de revistas da Praça Sete). Tudo não teria se tornado real não fosse a participação de cada um de vocês, cada qual ao seu estilo. Meu muito obrigado! Deus os abençoe.

A “Saga” tem de continuar…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: