A outra forma de viver (e ver) a vida!

GEDSC DIGITAL CAMERA

Nem pensei que fosse desinteressante, mas me vi num mundo diferente daquele que estava acostumado. Afinal, foram dias harmônicos e havia muita gente, de lugares distintos. Cada qual com sua forma de viver, de olhar o seu semelhante e de sentir as coisas. A rua em que eu moro esteve tomada durante todos esses últimos quatro dias. Era como se aqui fosse ocorrer um encontro de gerações, entre crianças, jovens e idosos. O tempo tratou de tratar bem do tempo e as pessoas, todas elas, sentiam-se felizes, de bem com a natureza.

Pois é, mas esta Semana Santa me fez despertar para alguns casos. Aguardava visitas, que acabaram realizando outros planos. Desculparam-se pelo não comparecimento. Mas foi bom. Ao menos na quinta-feira que antecedeu a sexta-feira da Paixão e Morte de Cristo, pude servir um jantar para amigos daqui de Lavras Novas e de Belo Horizonte, onde também esteve um conterrâneo. Foi uma costela de porco cozida, bem temperada. E no Domingo de Páscoa a visita do amigo Brandão, dos tempos da Escola Polivalente. Muita prosa boa e algumas cervejas. Mas o interessante de tudo foi literalmente cobrir a Semana Santa de Lavras Novas, uma cidade onde o povo é de muita fé e o catolicismo é predominante. Em 30 anos de profissão, onde passei por tantas experiências entre coberturas políticas, policiais, sociais e culturais, e até esportivas, foi minha primeira vez que atuei como repórter “religioso”, vamos assim denominar. E, para ser sincero aos amigos e leitores, adorei. Foi como estar presente de todos os acontecimentos que prosseguiam por toda a Semana que antecedeu à morte e ressurreição de Jesus Cristo. Desde o Domingo de Ramos, em uma encenação muito bem preparada pela comunidade do lugar. A procissão do Encontro, a Procissão do Enterro, a Procissão do Triunfo, a Coroação, o Teatro. A queima de Judas, os foguetes, a alegria do povo. Tudo eu diria, perfeito, porque os poucos erros devem ser relevados.

Uma Santa Semana Santa! Culminando com o Dia dedicado a Tiradentes, 21 de abril, o Mártir da Inconfidência Mineira e cuja história se passou também aqui, em Ouro Preto. E amanhã, 23 de abril, dia dedicado ao Guerreiro, São Jorge. As datas se reencontrando, na perpendicular. E aqui, neste paraíso, mais memórias e muitas histórias ainda para se contar, desta religiosidade de um povo de um lugar especial, cujo nome vem do ouro, mas acaba na fé.

Abaixo, algumas fotos sobre a Semana Santa de Lavras Novas.

Cliquem nas Imagens.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Domingo de Ramos e Cristo em sua chegada triunfal a Jerusalém é recebido pelas crianças

GEDSC DIGITAL CAMERA

Um povo de fé pelas ruas de Lavras Novas

GEDSC DIGITAL CAMERA

Igreja Nossa Senhora dos Prazeres, a Padroeira de um lugar mágico

GEDSC DIGITAL CAMERAO Descendimento da Cruz e a emoção tomou conta dos fiéis

GEDSC DIGITAL CAMERAProcissão no Domingo da Páscoa

GEDSC DIGITAL CAMERAOs Apóstolos e a multidão durante a sexta-feira da Paixão

GEDSC DIGITAL CAMERAA Coroação de Nossa Senhora no Domingo da Páscoa

GEDSC DIGITAL CAMERAEncenação de teatro pelo Grupo de Jovens

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: