Archive for maio \31\UTC 2014

Histórias contadas pelo “Morro do Geo”

31 de maio de 2014

Clique na Imagem:

Meta VII

Para recordar:

Neste dia, o time do Clube Atlético Metalúrgicos disputava a final pela LMF, contra o Minas, de Nova Era. Estávamos no ano de 1971 e o jogo foi disputado em campo neutro, no estádio do Nacional, em São Domingos do Prata. Fina: 2 a 1 para o “Meta”. O alvi-negro de Monlevade estava desfalcado de seu melhor jogador e artilheiro, Gilson “Bigode”, que esta suspenso. Seu substituto foi Wander Diló, e foi ele quem marcaria o gol da vitória.

Na foto, em pé, da esquerda para a direita: Dino, Edilson Silvério, Arlindo, Tim, Jairo e Cabrêra. Agachados, na mesma ordem: Edson, Wander Diló, Adilson (Nôvo), Macalé e Claudionor., Um timaço!

Arquivo histórico e fotográfico: “Morro do Geo”.

Visite o Site que resgata a história de João Monlevade:

http://www.morrodogeo.com.br

 

 

 

Anúncios

Frase para o Final de Semana!

30 de maio de 2014

Se você não teve a capacidade ou a ousadia de tentar e colocar em prática um sonho, tornando-o real, melhor ficar calado do que ficar vomitando besteiras por aí. Felizmente, as coisas sempre chegam ao meu conhecimento, “Amigo da Onça”.

Esta é minha!

A vida é assim, curta. Mas pode ser bela quando se tem amigos

29 de maio de 2014

 

Clique nas Imagens

GEDSC DIGITAL CAMERA

Sítio do casal Sérgio e Wanda, em Víctor Hugo, Marachal Floriano, na serra capixaba

A vida é, como sempre nos expressamos, curta. Mas pode ser bela e mais esticada quando se tem amigos. Ela pode ser bem melhor aproveitada quando temos o privilégio de passar momentos ao lado pessoas nos fazem bem. Eu, sinceramente, tenho uma certa dose de pena daquele tipo de gente que não consegue se interagir, que vive seu mundinho pequeno, em meio à sua meia dúzia, sem dar atenção ao tempo. Gente que só pensa em seu umbigo e nos seus lucros. E não sabe caminhar em uma estrada diferente.

Mas, tudo isso para falar de mais uns dias de prazer em minha vida, com a graça do Criador, que nos dá mais esta oportunidade de saber aproveitar o tempo, e ter tempo para as pessoas. E as coisas acontecem assim, prazerosamente, sem planejamento. E é melhor assim!

Estava eu, na quinta-feira passada, 22, retornando de Monlevade para Lavras Novas, após seis dias na terra natal. Chegando a Barão de Cocais, um telefonema, do amigo Aguinaldo Silva (Perboire ou “Jiló”, para os íntimos): – “Marcelo, onde você está”? Uma pausa… E continuou: – “Barão? Volte pra Monlevade que amanhã iremos para o sítio do Serjão, em Marechal Floriano, festejar os 80 anos de Seu Laudelino Fonseca. Vão juntar as duas famílias. E queremos sua presença. Vamos eu, você e Hilário”. Não teve como não retornar. Segui a viagem até Lavras Novas, retornando na sexta-feira pela manhã. De volta a Monlevade, seguimos à tarde para a serra capixaba, onde chegamos ao sítio do “Serjão” e da esposa Wanda, por volta de nove horas da noite. Lá, o reencontro com os amigos da terrinha, da gema, da Vila do Tanque, divididos entre as famílias Fonseca e Costa, do Laudelino Fonseca e do saudoso “Chico Enfermeiro”. Da saudosa Dona Pio e de Dona Cierzília. Alguns residentes ainda em Monlevade, mas a maioria morando hoje em Vitória, no Espírito Santo. E, ao lado outro sítio, do espirituoso Antônio Silva, popular “Canelão”, e sua companheira Mônica.

Entre a sexta-feira e o domingo, na companhia ainda de uma boa música, bebidas, muita comida e até uma cachaça Havana surgiu no pedaço, levada pelo Geovane, Sem contar a Marinalva, das terras de Teófilo Otoni, onde mora o quinto filho do Laudelino, dos oito rebentos. Algo de mágico e divino, como costumo dizer. E não apenas como profissão, por resgatar a história de nossa cidade e de nossa gente, mas pelo prazer de poder conviver com estas pessoas que fizeram parte de nossa história, desde quando ainda usávamos calças curtas, nas ruas ou campos de peladas da Vila Tanque. Por isto, só tenho a agradecer e desejar muita saúde e paz a este pessoal tão iluminado e que tanta relação tiveram e ainda têm com a minha família. Entre os Melo, os Fonseca e os Costa. E parabéns ao grande Laudelino Fonseca, este grande homem e tão amigo de meu saudoso pai, Tião de Melo. Minha benção!

Na foto abaixo, pose para o Álbum, com os membros das famílias Costa e Fonseca, tendo como patriarcas Laudelino Fonseca e Dona Cierzília Costa

GEDSC DIGITAL CAMERA

GEDSC DIGITAL CAMERAA chegada com a Serenata para o aniversariante

GEDSC DIGITAL CAMERALaudelino recebendo a música em comemoração aos seus 8.O

GEDSC DIGITAL CAMERABranco e Pelé mandando ver no violão e no cavaquinho…

GEDSC DIGITAL CAMERAReencontro entre os velhos amigos da terrinha

GEDSC DIGITAL CAMERANova Geração das árvores

Canelão INa casa do Antônio “Canelão”, com os amigos Aguinaldo e Hilário

GEDSC DIGITAL CAMERAO “Entrevero”, prato preparado pelo Mário  e saboreado por todos

GEDSC DIGITAL CAMERA

Aqui a Natureza nem precisa pedir passagem… Ela é respeitada…

 

Prefeitura de Monlevade arrecada mais de R$241 mil em leilão

29 de maio de 2014

Na tarde de ontem, 28, a Prefeitura de João Monlevade realizou um leilão de bens inservíveis. Estavam disponíveis ônibus, carros, além de outras sucatas inúteis ao município.

O valor arrecadado foi além das expectativas da Administração Municipal, que estimava arrecadar R$127.300,00 no processo. O valor final foi de R$ 241.870,00. Alguns lotes foram arrematados com 300% a mais do que foi estimado no edital. A documentação já foi assinada pelo Prefeito Teófilo Torres para liberação dos bens leiloados aos novos proprietários.

O processo foi dividido em 27 lotes e objetivou destinar bens e materiais patrimoniais inutilizados por serem considerados antieconômicos, ociosos ou irrecuperáveis. Foram leiloados caminhões basculante e carroceria aberta, ônibus, carros de passeio, motos, sucatas de ferro e informática, dentre outros itens.

Conforme mostra a foto, um grande público participou do leilão.

Leilão

Obrigado, minhas professoras!

27 de maio de 2014

Nem todos agradam a poucos. E isto é uma regra. Mas é tão salutar quando as pessoas expressam seus sentimentos em reconhecimento a um trabalho. Dessa forma, quero agradecer aqui à pessoa de Dona Júlia Leocádia, grande professora de Redação nos tempos de Jornalismo no IES/Funcec.e que teve papel fundamental durante o nosso período da Faculdade. Após receber e ler o nosso Livro, encaminhou um e-mail, que acabei de ter acesso na manhã desta segunda-feira.

 Muito obrigado pelas palavras e, pode ter certeza, de que tentarei seguir seu conselho. Um forte abraço.

 Também tive o prazer de receber outro e-mail, desta feita da minha professora na escola Primária, no Eugênia Scharlé, e ex-vereadora em João Monlevade, Dona Cristina Vasconcelos, que também recebeu a nossa obra literária e fez um comentário. Grande abraço e obrigado pelas palavras.

 Ambos comentários seguem abaixo:

Comentários sobre a nossa Obra Literária

27 de maio de 2014

“Meu querido Marcelo!
Sebastião Ávila me passou seu e-mail, mas antes quero dizer que tenho um grande prazer em falar com você.

Agradeço-lhe pela gentileza de me encaminhar seu livro e pela delicadeza da dedicatória. Senti-me honrada e muito feliz. Li-o em dois dias e esta foi a minha saga: não consegui parar de ler enquanto não cheguei ao final.

Parabéns pela sinceridade, pela mostra de um jornalismo limpo e honesto. Seu livro é um verdadeiro legado para a história da política de Monlevade, de seus bastidores e de um jornalismo comprometido e incansável em busca do inédito e da verdade. Além de tudo, seu livro é leve, dei bastantes risadas, dentre outros casos,   o  do Chico Franco com as pauladas de vassoura e com a frase: “Marcelo, o camarada ainda nem morreu e você já está aqui”. Apesar do assunto, o livro é recheado de poesia de uma forma bem encadeada com as suas memórias.

Do meu conhecimento, este é o seu “primeiro filhote”, mas sei que tem assunto para outros, pois sua trajetória como profissional é muito rica.

Fiquei sabendo, há pouco tempo, que você se mudara para Lavras Novas. Desejo-lhe tudo de bom, juntamente com sua esposa. Tenho orgulho de ter sido sua professora.

Obrigada e parabéns mais uma vez.
Um grande abraço”.

Júlia Leocádia – Professora da Língua Portuguesa

“Caro Marcelo,

O Cristiano trouxe-me seu livro. Fiquei contente por saber que você também, jornalista, como muitos outros, já cuidou de publicar sua obra para a posteridade. Como é importante relatar os fatos políticos, sociais, familiares de uma comunidade. O tempo passa e esses fatos tomam outra estatura, outra importância com os olhares mais maduros, reflexivos e críticos, mesmo, do povo que os relembra. Já li algumas partes antes que o pegue para ler de vez e vejo que voltarei facilmente à Monlevade de algumas décadas atrás. Continue em sua lida de escritor, essa não deve parar nunca uma vez iniciada. E você escolheu bem onde se esconder para que a inspiração o assalte… Parabéns por esse grande feito!!!

Grande abraço extensivo à Carla”.

Cristina Vasconcelos – Professora

Prefeitura de Monlevade inicia obras na Gentil Bicalho

27 de maio de 2014

A Secretaria Municipal de Obras deu início às obras de construção de passeio público e pista de caminhada na Avenida Gentil Bicalho, a fim de propiciar maior conforto aos praticantes de atividades esportivas da cidade.

A pista de caminhada terá 3 metros de largura e 1.164 metros de extensão total, em piso intertravado, pavimento drenante, assentado sobre camada de brita e colchão de areia, o que facilita o escoamento da água da chuva, evitando alagamentos. O passeio será de concreto, em proporções simétricas a da pista de caminhada.

O Prefeito Teófilo Torres o Secretário de Obras Fabrício Lopes estiveram na Avenida para verificar detalhes do projeto. A empresa DuValle Engenharia executará os serviços, sob o custo de R$414.113,00 e previsão de finalização em cinco meses.

A obra é uma antiga reivindicação de toda comunidade. Inaugurada ainda no governo do ex-prefeito Laércio José Ribeiro, em 1999, foram oito anos de governo de Carlos Moreira e mais quatro de Gustavo Prandini, e a Avenida Gentil Bicaçlho sempre esteve abandonada.

Caminhda

Obras foram iniciadas nesta segunda-feira

5º Salão do Livro de São Gonçalo começa nesta quarta-feira

27 de maio de 2014

A 5ª edição do Salão do Livro de São Gonçalo do Rio Abaixo começa nesta quarta-feira (28) com show gratuito de Paulinho Pedra Azul, às 20h, no Centro Cultural. Extensa programação segue até sexta-feira (30).

Com o objetivo de fomentar a arte da leitura, o evento terá visitação de stands de livros e exposição de Bartolomeu Campos de Queirós, todos os dias. Shows, oficinas de Patchwork de capas de livros, de trabalhos em libra, entre outras, também integram a programação.

Como nas edições anteriores, o encerramento do Salão do Livro será com mais uma edição do Sempre um Papo, promovido pela Vale.  A escritora Márcia Tiburi comandará um bate-papo entre os participantes em ‘Felicidade, Família e Tecnologia’.

O Salão do Livro é realizado pela Prefeitura de São Gonçalo e toda a programação é gratuita. Algumas atividades têm vagas limitadas sendo necessárias inscrições na Biblioteca Pública Professor Josef Blonski. Informações: (31) 3820-1902.

Monlevade abre inscrições para curso de Química

23 de maio de 2014

A Prefeitura de João Monlevade, através da Secretaria Municipal de Educação, abriu inscrições para o Processo Seletivo do Curso Técnico em Química.

O curso tem duração de quatro módulos, no total de dois anos, destinado aos alunos que tenham concluído o Ensino Médio, e possibilita conhecimentos teóricos e práticos, garantindo base para sua formação continuada, a fim de ingressar no ensino superior. A formação permite ainda a atuação nas áreas de Mineração, Siderurgia, Metalurgia, Controle de Qualidade, Indústria Farmacêutica, Análise Ambiental, Análise Microbiológica e Responsabilidade Técnica, de acordo com as atribuições do Conselho Regional de Química.

São disponibilizadas 90 vagas, distribuídas em duas turmas. As aulas teóricas serão ministradas à noite e as aulas práticas terão 45 alunos no turno vespertino e 45 alunos no noturno.

Os interessados devem comparecer à Escola Municipal Governador Israel Pinheiro – EMIP, localizada a Avenida Luzia Brandão Fraga de Souza, nº 201, bairro Loanda, até o dia 23 de junho, em dias úteis, de 8 às 11h e 14 às 21h, munidos das cópias autenticadas ou cópias simples acompanhadas dos documentos originais de identidade, declaração de conclusão do ensino médio e comprovante de endereço atual.

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será no dia 20 de julho, de 9 às 13 horas, na EMIP, e terá 45 questões, distribuídas entre as matérias de português, matemática, biologia e química.

O edital 13/2014 pode ser consultado no site do município: www.pmjm.mg.gov.br.

ArcelorMittal Monlevade apresenta dados sobre a expansão durante fórum na Câmara

23 de maio de 2014

A Câmara Municipal realizou no último dia 20 o segundo fórum de discussão do projeto “Monlevade em Foco: os próximos 50 anos”. O evento teve como tema a expansão da ArcelorMittal Monlevade. As informações foram apresentadas pelo assessor de Comunicação da empresa, João Carlos de Oliveira Guimarães.

O fórum contou com a participação do presidente da Casa, Guilherme Nasser (PSDB); dos vereadores Telles Guimarães (PSC) e Belmar Diniz (PT); dos secretários Eduardo Bastos (Planejamento), Maria Elisa Bicalho (Administração) e Sinval Dias (Serviços Urbanos); do gerente geral da Usina, João Henrique Palmer Caldeira e do gerente de Recursos Humanos e Meio Ambiente da empresa, Willian Pantuza. Marcaram presença ainda empresários, representantes de associações e entidades de classe e alunos das universidades Federal de Ouro Preto (Ufop) e do Estado de Minas Gerais (Uemg).

Durante sua explanação, João Carlos apresentou informações atuais da empresa e alguns números referentes à expansão. Hoje, a Usina de Monlevade conta com 1.350 empregados diretos e sua capacidade de produção é de 1,25 milhão de tonelada de aço por ano.  O fio-máquina produzido pela unidade local é utilizado na fabricação de molas de suspensão, amortecedores, lã de aço, entre outros. “Nosso produto é reconhecido mundialmente, o que eleva o nome de Monlevade. Por isso, estamos trabalhando fortemente para que Monlevade seja de fato conhecida como a capital do fio-máquina”, declarou.

Segundo dados apresentados por João Carlos, o maior investimento do grupo ArcelorMittal entre 2013 e 2014 está em Monlevade. Entre as ações que estão sendo realizadas, está a construção de um novo laminador que irá duplicar a capacidade de produção de aço laminado totalizando 2,3 milhões de toneladas de aço por ano. Além disso, está em andamento o prolongamento de vida útil do alto forno. Para a expansão, a Usina vai priorizar mão de obra e compra de fornecedores locais e também e ainda fortalecer a parceria com entidades e poder público, além da relação com a comunidade.

A previsão é de que o novo laminador comece a operar em janeiro de 2015. Ao todo, serão investidos R$300 milhões. Durante a obra, serão gerados 2.000 empregos, sendo que 70% da mão de obra será de Monlevade e outras cidades da região. Com a expansão da Usina, 150 novos empregos diretos serão criados.

Por fim, João Carlos disse que R$1 milhão a mais por ano é a previsão de arrecadação de ISSQN a partir de 2017, chegando a R$5,2 milhões por ano. Quanto ao ICMS, a previsão de aumento na arrecadação é de R$24 milhões a mais anualmente, chegando a R$61,5 milhões por ano em 2017. “Estamos sempre abertos ao diálogo. Por isso, queremos construir junto com a comunidade, poderes públicos e privado uma cidade melhor para as futuras gerações”, concluiu.

Para o presidente da Casa, as informações apresentadas pela empresa foram de extrema importância. “Sempre soubemos do compromisso da ArcelorMittal com a cidade. E hoje esse compromisso está sendo reforçado. Gostaria de agradecer à Usina pelas informações aqui prestadas e por estar sempre buscando o melhor para Monlevade”, destacou.

Novo formato

O segundo fórum teve um formato diferente do primeiro. Agora, as discussões são mediadas pelo procurador jurídico da Câmara, Silvan Pelágio Domingues. Além disso, ao final da apresentação, a palavra é aberta ao público para perguntas e declarações sobre o assunto. Cada pessoa dispõe de dois minutos. No caso do fórum sobre a ArcelorMittal, foram feitos 17 questionamentos, sendo respondidos aqueles que se restringiam ao tema em questão. Dessa forma, é assegurada a participação ordeira dos presentes.

Próximo fórum

No dia 3 de junho, será realizado o terceiro fórum de discussão. O evento será no Plenário da Casa, a partir das 18h30. O tema abordado será Segurança Pública. Já confirmaram presença o comandante da 17ª Cia. Independente de Polícia Militar, tenente coronel Márcio Geraldo Soares, e a delegada regional de Polícia Civil, Joyce Carlos da Motta Figueira.

Fórum

 O gerente da Usina, João Henrique Caldeira, presidente da Casa Guilherme Nasser e o secretário municipal de Planejamento, Eduardo Bastos