Archive for setembro \25\UTC 2014

Lavras Novas: Nativos denunciam a falta de consciência embiental

25 de setembro de 2014

O Distrito de Lavras Novas, onde resido há pouco mais de um ano, tem sofrido com a falta de água há semanas e sua população, em torno de 1.300 habitantes, tem pagado caro com o problema. No entanto, enquanto a grande maioria, entre nativos e habitantes que vieram de outros canto, paga um preço alto pela carência de água , não apenas em razão da estiagem que castiga toda a região sudeste do país, mas também pela falta de vontade política do prefeito de Ouro Preto, José Leandro, que pouco ou quase nada se importa com o Distrito – hoje grande fonte de arrecadação do município pela grande riqueza cultural e natural e portanto um potencial turístico -, uma minoria joga água fora lavando quadriciclos para servir aos turistas nos finais de semana. O fato tem gerado revolta e alguns nativos estão se manifestando a respeito da questão, pela rede social do Facebook. Seguem comentários abaixo de dois moradores:

Só me respondam até quando nós, que Somos NATIVOS, vamos ficar carregando água no carrinho ou carro, ou mesmo nas costas, Pra essas Merdas Ficarem Usando água pra lavras Quadriciclo… Isso mesmo: vamos ficar de mãos paradas e vendo eles gastando o que estamos economizando… Vamos Juntar. Chega desse povo que vem de fora e fazer o que quer na nossa cidade. Já basta acabar com todas nossas estradas. Agora, nós,  da cidade, sofrer sem água nem pra banho pra esses LINDOS ficarem lavando veículos???!!! Até QUANDO?? Acorda Lavras Novas. Desse jeito vamos ter que sair pra eles tomarem conta, como querem. Acorda enquanto ainda está em Tempo”…

Gustavo Gomes – Proprietário de pousada em Lavras Novas

 

“Que lamentável, vermos pessoas ignorantes e com falta de cidadania , humanidade e consciência ambiental em nosso meio. Lavras Novas é um paraíso ambiental e só continuará assim se nós, todos, nativos e não nativos, e principalmente os empresários, fazerem suas partes. Há espaço para todos, mas para isso, temos de estar unidos e imbuídos no mesmo sentimento, responsabilidades e deveres para com um bem, sempre, maior”.

Aguinaldo cruz – Técnico em Meio Ambiente

Parabéns as amigos Gustavo e Aguinaldo pela coragem e consciência. Também sou forasteiro nesta terra maravilhosa e de um povo ímpar, mas concordo plenamente contigo justamente pela falta de compromisso de certas pessoas para com a comunidade, vindas de outros cantos para ganhar dinheiro em Lavras Novas e não ter a sensibilidade no caso em questão, que é a falta de água que já ocorre há semanas no Distrito. Vocês, nativos – como citou – têm de tomar uma atitude contra esta falta de respeito. Se o povo for omisso, será consumido pelo tempo.

Anúncios

Rio Piracicaba: Grandes shows fecham a segunda noite da Semana Cultural

24 de setembro de 2014

GEDSC DIGITAL CAMERA

Dois grandes shows musicais marcaram o segundo dia da Semana Cultural do Legislativo, realizado em Rio Piracicaba, cuja coordenação cabe à Câmara Municipal. O evento já acontece desde 2005, chegando agora à sua X Edição. Durante uma semana várias atividades artístico-culturais são realizadas no Auditório da Casa Legislativa e na área externa, envolvendo as escolas do município e artistas locais e regionais.

Na noite dessa terça-feira, primeiramente houve a apresentação da Corporação Musical Pio XII, da comunidade de Bicas. Logo depois, foi a vez do Coral “As Meninas Cantoras”, da Escola Municipal Cônego José Higino de Freitas, cuja regência é da professora Rita de Cássia, e que arrancou muitos aplausos do público presente. Com um repertório bem ligado à MPB, o Coral deu um show à parte pelo terceiro ano consecutivo.

A noite foi fechada com dois grandes espetáculos musicais. Uma das atrações da noite foi a cantora Fabrícia Mirella, que deu uma guinada radial em sua carreira. Após uma temporada acompanhada apenas por dois músicos, estilo voz e violão, ela agora montou sua própria Banda e o show foi simplesmente maravilhoso, deixando a platéia em êxtase. Entre MPB e Pop Rock, ela mostrou sua bela voz e uma presença no palco fantástica. Ao lado do esposo, guitarrista, da filha Bianca que faz vocal e dos demais músicos, o show agradou em cheio. E, falando em família, o encerramento se deu com um estilo musical de belas canções e vozes, com Mike Santos acompanhado de sua mãe, Fátima, acompanhados por um baterista (foto acima). Um encerramento perfeito com o melhor da música brasileira, recheada com alguns clássicos do Rock.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Tayrone Arcanjo Guimarães, fez a entrega de diplomas a todos os participantes, mostrando a importância de cada um deles para tornar o evento mais brilhante. O Cerimonial está a cargo do jornalista Will Jony Gomes Nogueira.

GEDSC DIGITAL CAMERA

A cantora Fabrícia tem agora a filha Bianca ao seu lado durante o show

GEDSC DIGITAL CAMERA

Apresentação do Coral “As meninas Cantoras”, sob a regência de Rita de Cássia

Fotos: Marcelo Melo.

 

Rio Piracicaba: Câmara abre sua X Semana Cultural

22 de setembro de 2014

GEDSC DIGITAL CAMERA

Foi aberta na manhã desta segunda-feira, 22, pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Tayrone Arcanjo Guimarães, a X edição da Semana Cultural do Legislativo, idealizada pela Câmara Municipal de Rio Piracicaba. O evento é realizado desde o ano de 2005, atendendo Projeto de autoria do então presidente da Casa Legislativa, o ex-vereador Zaino Gomes Martins, aprovado em dezembro de 2004. A Semana Cultual sempre acontece durante o mês de setembro, em comemoração ao aniversário do município de Rio Piracicaba. São várias atividades apresentadas durante toda a semana, encerrando-se apenas na próxima sexta-feira, 26, envolvendo as escolas municipais de toda a cidade, entre a área central, distritos e das comunidades. Dentro de grande diversidade cultural, o evento envolve professores e alunos, com apresentações de teatro, musicais, dança, brincadeiras e também sessões de cinema, onde são exibidos alguns filmes infantis, em desenhos animados, além de buscar resgatar o rico folclore de Rio Piracicaba e suas tradições religiosas. Todas as atividades ocorrem no Auditório da Casa Legislativa, pela manhã e à tarde. À noite, sempre a partir das 19 horas,  são realizados shows musicais na área externa da Câmara.

APAE e Escola Mickey

A Semana foi aberta com dois números apresentados pelos alunos da APAE de Rio Piracicaba. Primeiramente, foi feita uma homenagem ao Congado, em louvor a Nossa Senhora do Rosário (foto acima) onde os alunos apresentaram-se com roupas típicas e tambores. Em seguida, o Coral “Constelação”, também com integrantes de alunos da APAE, comandado pelo músico Laércio Silvano, fizeram um grande show musical relembando os anos 1960 e 70. Para encerrar, a Escola Municipal Pré-Escolar Mickey apresentou o musical “O Lobo”, onde houve muita ciranda de Roda. No período vespertino houve apresentações de Centro de Educação Infantil Lápis Mágico, com musicais “Boi Bumbá” e “Fui à Espanha”, e do Centro de Educação Infantil Hotelzinho Criança Feliz, com o musical “Vem dançar com a Gente”.

Na noite de hoje serãoapresentados os seguintes espetáculos: Banda de Música Nossa Senhora Auxiliador, de Padre Pinto; Coral Combem, de Itabira; o cantor de sertanejo e forró, Walderly Nascimento e, para encerrar, Grupo de Samba “Só Resenha”.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Musical com o Coral Constelação e o músico Laércio Silvano

GEDSC DIGITAL CAMERA

Apresentação dos alunos da Escola Municipal Pré-Escolar “Mickey”

Texto e Fotos: Marcelo Melo.

Monlevade, onde não se preserva nem o nosso Patrimônio

20 de setembro de 2014

Aqui é Monlevade, é Vila Tanque: abaixo, fotos que fiz da Avenida do Aeroporto, construída pela Belgo-Mineira entre as décadas de 40 e 50 para moradia dos engenheiros que vinham de fora para trabalhar na Usina. As casas pertenceream à Belgo até o final da década de 90, quando foram vendidas e, infelizmente, algumas delas perderam suas características, já que as fachadas foram mudadas.

Monlevade, por não ter na prática uma Lei que proteja o nosso Patrimônio Histórico, acaba perdendo sua origem arquitetônica e cultural, e até as casas de madeira construídas pela empresa – também a partir da década de 40 – para moradia dos operários, estão sendo jogadas ao chão e subsitituídas por construções de alvenaria, o que, para mim, é uma afronta ao nosso patrimônio. E a Vila Tanque é um dos poucos lugares onde está a história do início da Vila Operária.

DSC00083

DSC00085

DSC00086

Fotos: Marcelo Melo

Clique nas Imagens

Aqui quem fala é um “Polivalente”

19 de setembro de 2014

Um desabafo: na tarde de ontem, em Monlevade, ocorreu um fato que, se um lado me deixou revoltado, por outro valeu muito, já que me fez ainda mais conhecer essa pessoa, a qual classifico de “NINGUÉM a partir de hoje. Mas vamos ao fato, específico para os membros deste Grupo.

Uma “Polivalente”, grande amiga e peça fundamantal na realização de nossos Encontros (a qual prefiro omitir o nome), encontrou-se ontem com um ex-aluno da Escola Polivalente. De repente, este fulano (vou tratá-lo assim), que encontrava-se na Escola Dr. Geraldo Parreias, no dia 6 de setembro último, quando nós, “Polivalentes”, ali estávamos para receber a bela homenagem da direção do estabelecmento e assistirmos à apresentação da Fanfarra, virou para a nossa amiga e disse: – “Nossa, eu não sei como vocês aguentam ficar dois dias neste Encontro. Só de ficar alguns minutos ali no Parreiras eu estava doido pra ir embora”. E a nossa amiga deu a réplica: – “Sabe por que você não aguenta ficar junto conosco? Porque você apenas estudou no Polivalente, mas nunca foi um Polivalente”.

Obrigado, e parabéns, minha amiga, pela resposta. Você disse tudo, porque nem todos que estudaram na Escola Polivalente – Sistema Premem de Ensino – são “Polivalentes”. E para pessoas do nível deste fulano, melhor é ignorar, virar as costas e ter dó, porque deve viver em seu mundinho egoísta, rodeado por pessoas que não história e nem passado. Queremos qualidade em nossos Encontros, como sempre ocorre desde o primeiro, realizado em 2002, até o último, que aconteceu há duas semanas. Porque são ex-alunos e ex-professores que aproveitaram cada minuto daquele ensino de qualidade, em uma escola de tempo integral, onde nós, estudantes, que mudávamos de sala, e as carteiras não eram com cadeiras individuais, e sim com quatro colegas. Isto fez muita diferença em nossas vidas e hoje, quatro décadas depois, colhemos os frutos nesta união, neste Ato de Confraternização, onde somos os escolhidos. E como bem lembrou a nossa diretora, Thaíz Brandão Azevedo, neste “V Encontro”, “nós fomos uma escola diferente e hoje o resultado está aí, com a formação de vocês, nossos ex-alunos”.

O “Turista” que não compensa

18 de setembro de 2014

GEDSC DIGITAL CAMERA

Da Serrinha se avista este lindo cenário da entrada de Lavras Novas

(Foto: Marcelo Melo)

Pela primeira vez em minha história de vida resido em um lugar cuja maior fonte de renda é o turismo. Até então, sempre era o turista. Pelas cidades litorâneas, históricas, pelos campos das Geraes e por aí afora, sempre estive do outro lado. Mas, desde julho do ano passado, quando me mudei para esta maravilha chamada Lavras Novas, Distrito do município de Ouro Preto, comecei a sentir na pele o que é conviver com o turista. Assim, pude entender o que é viver em um lugar tomado por pessoas estranhas, vindas de vários lugares e de estilos os mais variados, todos os finais de semana. Mas, e daí? Daí que há turistas e turistas (sic).

E resolvi hoje falar deste assunto em nome dos bons turistas e contra os maus turistas. Ocorreu, no final de semana entre os dias 5 a 7 de setembro, a tradicional Festa da Padroeira, Nossa Senhora dos Prazeres. Não estava presente pelos compromissos com nosso Encontro do Polivalente, em João Monlevade, mas as informações que me chegaram de amigos daqui de Lavras Novas, foram sobre a falta de respeito desses “babacas por um final de semana” – assim os defino -, que chegam a um lugar como este, mágico, com o intuito fazer barulho. Carros de som ligado a toda altura com as músicas da pior qualidade, turistas tomando conta das estreitas ruas com improvisadas churrasqueiras chegando a tirar o direito de ir e vir das pessoas, bailes improvisados desrespeitando a lei do silêncio etc. Isso foi o que mais ocorreu durante a festa religiosa, mas, infelizmente, mesmo nos finais de semana normais, sem festas, alguns desses “babacas por um final de semana”, maus turistas, chegam a Lavras Novas como se fossem os donos, desrespeitando a cultura e o sossego do lugar, e tirando o direito à tranquilidade e paz dos nativos. Lastimável!

Lavras Novas, eu espero, continue sendo este paraíso e que o turismo torne-se cada vez mais forte. Afinal, é o ponto alto da sobrevivência deste povo e sua beleza natural é um presente do Criador. Por outro lado, é necessário que as pessoas se conscientizem de que é nossa obrigação respeitar a natureza do lugar, assim como respeitar a própria natureza, que tem de ser preservada a qualquer custo. E não só de mineradoras vive Minas Gerais, e nem destes maus turistas, que são predadores deste paraíso chamado Lavras Novas.

Câmara e entidades apresentam propostas para reformulação do Código de Posturas

18 de setembro de 2014

A Câmara de João Monlevade recebeu representantes da Prefeitura, para discutir as ações do município para o período chuvoso que se aproxima. O encontro ocorreu na manhã da última terça-feira, dia 16, na sede do Legislativo. Participaram da reunião o presidente da Câmara, Guilherme Nasser (PSDB), o vice-presidente, Djalma Bastos (PSD), e os vereadores Tuquinho do Povo (PROS), Telles Superação (PSC) e Leles Pontes (PRB). As assessoras parlamentares Francisnara Cíntia, Ana Flávia Cota, Adriele Miranda e Mônica Silva representaram os vereadores Zé Lascado (PSDB), Thiago Titó (PMDB), Pastor Carlinhos (PV) e Carlos Gomes (PSB), respectivamente. Por parte do Executivo estiveram presente o secretário de Obras, Fabrício Lopes, o coordenador da Defesa Civil municipal, Ronei Araújo e Carolina Silva, representando a Secretaria de Meio Ambiente.

A reunião foi solicitada por Djalma Bastos. Segundo o vice-presidente, com a proximidade do período chuvoso, é importante tornar público as medidas do Executivo para atender a população. Ainda segundo o vereador, é preciso ter um trabalho efetivo na cidade não apenas para atuar no problema, mas também para exercer a prevenção. “Se não discutirmos isto agora, podemos ter um problema maior depois”, reiterou.

Ronei tomou a palavra e fez alguns esclarecimentos. Segundo ele, a Defesa Civil fará distribuição de material educativo junto às escolas e à população, com instruções de prevenção e sobre o que fazer em situações de emergência. Outro ponto abordado pelo coordenador é que foi entregue recentemente ao Executivo por empresa terceirizada o estudo referente ao plano de solos. “Vamos agora nos inteirar das informações, elaborar planilhas de custos e plano de ação a partir deste material”, declarou.

 

Limpeza de córregos e bueiros

Fabrício Lopes também destacou ações das secretarias de Obras e Serviços Urbanos. Segundo ele, vem sendo feito a limpeza de bueiros e córregos da cidade, justamente para facilitar o escoamento da água. “Retiramos muita sujeira de córregos, bueiros e até mesmo das vias, em que algumas pessoas insistem em depositar entulhos. É preciso que a população trabalhe junto com a Prefeitura no sentido de prevenir as inundações e manter limpos bueiros e córregos”, declarou.

Ainda sobre a limpeza dos córregos, Fabrício afirmou que a limpeza é executada obedecendo a um cronograma. “Passou-se muito tempo sem limpá-los então estamos com dificuldades até de acesso a estes córregos” disse. Especificamente sobre a Defesa Civil, o secretário declarou que o órgão está mais bem equipado se comparado aos anos anteriores. Fabrício exemplificou que a repartição conta com mais funcionários, além de carro exclusivo para atendimento às ocorrências e material em estoque.

Parceria com a população

Guilherme Nasser também fez uso da palavra e destacou que o canal de capitação de água na cidade é muito antigo e que o município cresceu ao longo do tempo. “Será necessário posteriormente fazer uma obra maior, com que demandará muito tempo e causará transtornos. Será mais cara também, necessitando assim que a Prefeitura colete a verba primeiro, por meio de convênios. Mas agora é preciso trabalhar com o que temos”, disse.  Outro ponto abordado por Nasser é que é preciso melhorar a fiscalização para que os casos de desrespeito à lei sejam de fato punidos. “Neste sentido aqui na Câmara trabalhamos para a reformulação do Código de Postura, também defasado”, declarou. O presidente da Câmara ainda convidou a Defesa Civil para participar do próximo fórum de discussão ‘Monlevade em foco: os próximos 50 anos’, que terá como tema a infraestrutura urbana municipal. O encontro será no dia 30 de setembro, as 18h30, na Câmara.  “É uma excelente oportunidade de falarmos à população, às entidades e aos formadores de opinião sobre prevenção e o preparo da Prefeitura para o período chuvoso”, disse Guilherme. O convite foi aceito pela Prefeitura.

Ao final da reunião, Djalma agradeceu aos presentes e afirmou que o assunto não será esquecido. “Vamos continuar com este diálogo. Acredito que este é o caminho para buscarmos o melhor para nossa cidade”, disse.

Parceria

Reunião ocorrida para se discutir questões preventivas durante período de chuvas

(Cíntia Araújo)

Falta de água em Lavras Novas revolta moradores

16 de setembro de 2014
Lavras Novas, um dos principais pontos turísticos do Estado, sofre com a falta de água há duas semanas. Nas caixas não caem uma gota. Mesmo com a carência de chuvas, o problema aqui é mais complexo e falta é atitude e vontade política do prefeito de Ouro Preto, José Leandro, que parece não ter responsabilidade sohbre o Distrito. Uma vergonha e falta compromisso para com a Comunidade de Lavras Novas.

Um Caminhão-Pipa abastece as caixas dsa casas, tentando minimzar o problema, mas os moradores do Distrito estão revoltados.  Tenham mais responsabilidade para com este lugar, que muito contribui para a arredacação de impsotos do município, principalmente em ICMS Ecológico e Turístico.

 

O brasileiro quer ir para o céu, mas ninguém quer morrer…

15 de setembro de 2014

O povo brasileiro adora acompanhar o modismo. Atualmente, a moda é detonar a torcedora do Grêmio, como se nunca tivéssmos praticado um ato de racismo ou qualquer outro tipo de preconceito, que fosse. Como disse um amig, “o povo brasileiro quer ir para o céu, mas ninguém quer morrer”. Sempre atirando pedras no telhado dos outros…

E agora também está na moda o “casamento gay”. Por pura hipocrisia, dizemos que “tudo bem, afinal não devemos ter preconceito.” Até concordo que cada um na sua e ninguém tem nada com a vida dos outros, mas que amamos ir na onda da “Maria vai comas outras”, isso não podemos negar. Porque ninguém tem opinião, ou melhor, tem medo de se expressar livremente, temendo represálias. Este somos nós, o povo brasileiro, porque, infelizmente, ser politicametne correto é ir sempre a favor da maré.

Câmara Municipal apresenta a Programação da Semana Cultural de Rio Piracicaba

15 de setembro de 2014

Mais uma edição da Semana Cultural será realizada a partir da próxima semana em Rio Piracicaba e tem como idealizador a Câmara Municipal. Segue toda a programação abaixo:

 

Dia 22 – Segunda-feira

Auditório da Casa Legislativa:

8 horas

 

 

  • APAE

Dança Folclórica: Louvor a Nossa Senhora – Congado

Coral Constelação com Laércio Silvano

 

  • Escola Municipal Pré – Escolar Mickey

Musical: O Lobo

 

  • Cinema: Séries Dragões – A lenda do rouba ossos

O Presente do Fúria da Noite

13h30min

 

 

  • Centro de Educação Infantil Lápis Mágico

Musical: Boi Bumbá

Fui à Espanha

 

  • Centro de Educação Infantil e Hotelzinho “Criança Feliz”

Musical: Vem dançar com a gente

 

  • Cinema: Alucinante Madagascar

 

19h30min – Palanque – Área Externa

 

 

  • Banda de Música Nossa Senhora Auxiliadora de Padre Pinto.

 

  • Coral do Combem – Itabira

 

  • Wanderly Nascimento – Forró e Sertanejo

 

· Show Musical: Grupo Só Resenha

 

Dia 23– Terça-feira

Auditório

8 horas

 

  • Escola de Música Voz da Vila

 

  • Escola Municipal João Ferreira da Costa

Musical: Rosa Juvenil

 

  • Escola Municipal Deputado João Nogueira de Rezende

Teatro: O Leão e o ratinho

 

  • Cinema: Malévola

 

14 horas

 

 

  • Escola Estadual Antonino Ferreira Mendes

Coral: Canarinhos do PROETI

 

  • Escola Estadual Professor Antonio Fernandes Pinto

Dança: A Paz

 

  • Cinema: Rio 2

 

19h30min: Palanque – Área Externa

 

  • Corporação Musical Pio XII

 

  • Coral – As Meninas Cantoras da Escola Municipal Cônego José Higino de  Freitas – João Monlevade

 

  • Fabrícia Mirella de Oliveira Duarte

Musical: Voz e algo mais

 

  • Show Musical: Mike Santos

 

Dia 24– Quarta-feira

Auditório

8horas

 

  • Escola Estadual Conselheiro José Joaquim da Rocha

Dança: Salve a mãe natureza

 

  • Escola Municipal Pingo de Gente

Musical: Glu-Glu o Peru

Ai bota aqui o seu pezinho

 

  • Cinema: Frozen – Uma Aventura Congelante

 

13h30min

 

 

  • Escola Municipal Bernardo Ferreira Guimarães

Musical: Folia Mirim

 

  • Escola Estadual Marinho Silva

Musical: Ser diferente é bom

 

  • Cinema: Malévola

 

19h30min – Palanque – Área Externa

 

 

  • Associação Cultural dos Congadeiros de Rio Piracicaba/MG

 

  • Equilíbrio Escola de Dança de São Domingos do Prata e Projeto “Quem

Dança é mais Feliz” de Dom Silvério.

 

  • Nirix Dance: “Aqui nosso ritmo vira dança”

 

· Show Musical: Laércio Silvano

 

Dia 25 – Quinta-feira

Auditório

8 horas

 

 

  • Escola Municipal de Pré-Escolar “Dona Rita Martins”

Musical: Bichinho

Jambalaya

 

  • Associação Comunitária de Padre Pinto – Creche Dona Rita

Dança: Flicts

 

  • Cinema: Meu Malvado Favorito 2

 

13h30min

 

 

  • Escola Municipal Murillo Garcia Moreira

Musical: Aquarela

Declamação: Poema As sem-razões do amor – Carlos Drummond de Andrade

 

  • Escola Municipal Sebastião Araújo

Musical: Pot- Pourri de Musicas de brincadeiras cantadas.

 

  • Cinema: Rio 2

 

19h30min – Palanque – Área Externa

 

 

  •  Grupo de Jovens Aliança e Cidadania do Córrego São Miguel – “Os Ousados”

 

  • Desfile Mostra de Modas

 

  • Show Musical: Whisky e Blues

 

Dia 26– Sexta-feira

Área Externa: Exposições de 9 às 15 horas

 

ACIARP/ADERP: Projeto Turismo Cultural Jequizero ;

Adir Martins Ferreira: Peças artesanais;

Albano Figueiredo: Mel Piracicaba;

Alice Martins Mendes: Peças artesanais;

Associação de Proteção e Assistência aos Condenados de Rio Piracicaba – APAC: Peças Artesanais;

Associação dos Agricultores Familiares e Trabalhadores Rurais de Carvalho e Região: Peças Artesanais;

Associação dos Moradores/Clube de Mães de Conceição de Rio Piracicaba: Peças artesanais;

CESEC Martinha de Oliveira Araújo: Peças Artesanais;

Conceição Sales Ângelo Santos: Peças artesanais;

Corina Araújo Moraes: Peças artesanais;

Cristiane Quintão de Andrade Lopes: Bonecas de isopor com E.V.A;

EcoCestas Caxambu Ltda: Cestos em Vime;

Edina Leonor dos Santos: Peças Artesanais;

Elias Viana: Luteria Violinos;

Elizabete Maria: Peças artesanais;

Grillo: Caricaturas ao vivo;

Itaci Emília das Dores Pinto: Peças artesanais;

Lívia Carine Quaresma Carneiro: Delícias artesanais;

Maria da Páscoa Silva: Peças artesanais;

Maria Madalena: Peças artesanais;

Marly Martins Mendes: Peças Artesanais;

Presídio Regional de Rio Piracicaba: Peças Artesanais;

Rosângela de Barros Machado Cunha: Peças artesanais e pintura a óleo;

Secretaria Municipal de Saúde e Meio Ambiente: Panfletos e cartilhas educativos;

Taciane Alves: Delícias Artesanais;

Vilma Martins: Peças Artesanais.

 

19h30min – Palanque – Área Externa

 

 

  • Serviço Juventude e Polícia – Diretoria de Apoio Operacional da Polícia Militar de Belo Horizonte

 

  • Show Musical: Tadeu Franco