Depois do fim do som automotivo, agora é hora de melhorar o trânsito no Distrito

Meses atrás escrevi aqui neste espaço um artigo intitulado “O Turista que irrita”, referindo-me ao mal turista de um modo geral, que incomoda com o som automotivo, faz churrascos no meio da rua, fica com o som ligado até a madrugada, não respeita a cultura do lugar. E hoje, vou falar exatamente do oposto, ou seja, do bom turista, o que é sempre bem-vindo.

Pois bem, mas o fato ocorrido no Revéllion, que culminou com uma briga e depois com o problema dos tiros, foi a gota d´água para que a Comunidade unisse e buscasse meios de tornar Lavras Novas um lugar seguro como sempre foi, e de preservação de sua cultura e tradições. Assim, nasceu o Grupo “Por uma Lavras Novas Melhor” e, com apoio da Mesa Administrativa e da Asociação dos Moradores, foram tomadas decisões e colocadas em prática, como a instalação das placas em vários pontos do Distrito, proibindo o som automotivo, distribuição de panfletos educativos, além das Blitz, que foram realizadas durante os feriados de Carnaval e Semana Santa. E, o resultado já está sendo positivo, quando agora, no feriado de Tiradentes, também nenhuma ocorrência foi registrada, e praticamente foi dado fim ao som automotivo e outros problemas antes comuns. Está de parabéns a Comunidade por esta conquista.

Trânsito

Agora, outro mal precisa ter fim, mesmo que a médio prazo. Trata-se do excesso de veículos, principalmente dos turistas, que trafegam pelo Distrito nos finais de semana e, principalmente, nos feriados prolongados. Acredito em uma Campanha, com dizeres do tipo “Em Lavras Novas, anda-se a pé”. Sei lá, ou algo parecido. para inibir os motoristas, para que possam se sensibilizar e deixar seus carros nos locais onde estão hospedados. Um lugar pequeno e andar a pé seria muito mais interessante. A Rua Principal, principalmente na região do Gramado, transforma-se num verdadeiro inferno diante dos engarrafamentos, justamente pela falta de consciência dos acomodados. E ainda recolocar algumas placas de Estacionamento Proibido, que foram retiradas na “Rua de Cima”.

Está apresentada a nossa sugestão.

GEDSC DIGITAL CAMERA

O cenário mostra o grande número de veículos durante os finais de semana, trazendo inclusive insegurança às pessoas

(Foto: Marcelo Melo)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: