Para João Monlevade e Lavras Novas!

A praça er as Jardineiras

Praça Ayres Quaresma, em Monlevade, hoje apenas saudosa “Praça do Cinema” 

(Foto: Diló /Arquivo: “Morro do Geo” – http://www.morrodogeo.com.br)

Coitado do homem que não preserva seu Patriomônio, seja ele material ou imaterial. Pobre e infeliz do homem que, ao olhar à frente, verás que não há mais cachoeiras, mais pássaros, mais flores e bem menos árvores, e nem mais tradições culturais e religiosas. E nem mais tempo para voltar o tempo atrás.

Triste do homem que deixou a sua terra natal ser explorada por estrangeiros, que a usaram e abusaram de suas riquezas naturais para apenas ganhar dinheiro. Sem qualquer compromisso com o povo do lugar. E, quando conseguiram acabar com quase tudo, e até com o gramado e as simples e belas construções, casas de pé direito baixo, de arquitetura única, e construiram arranha-céus mais imponentes que as candeias, os jequitibás, os cedros, os abacateiros, as carvoeiras (bongas), não haverá mais este lugar mágico. E ficará um povo descaracterizado pela sua história e, cujos filhos e netos, e todas as demais gerações, não mais terão a oportunidade e o encantamento de subir seu mar de montanhas, do Alto da Serra do Buieieié, e avistar as águas da Bacia, os rios que desciam das cachoeiras, o verde que ocupava a vista de todos que aqui chegavam. Restará o concreto armado!

Coitado do povo que deixou sua história acabar e hoje vive de memórias e fotos em paredes!

GEDSC DIGITAL CAMERA

Vista da chegada de Lavras Novas

(Foto: Marcelo Melo)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: