Archive for dezembro \19\UTC 2015

Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

19 de dezembro de 2015

cart melo

Anúncios

Adeus, Ano Velho!

19 de dezembro de 2015

Mais um ano se findando e como dizia a canção, “Adeus, Ano Velho! Feliz, Ano Novo!. Que tudo se realize no ano que vai nascer. Muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender”. Mais um ano e aqui as esperanças se renovam, como tem de ser. Os sonhos voltam a ser novos e a labuta continuará sendo o nosso enfrentamento, do dia a dia. Mais um ano e cá estamos nós, tirando as sementes das romãs, fazendo simpatias e prometendo até mesmo coisas quase impossíveis de se cumprir.

Pois é, mas quando começa a raiar um novo ano, muitos prometem iniciar as caminhadas, para de fumar, largar a bebida, perder alguns quilos, cuidar da saúde, buscar ser mais flexível, mais compreensível, se soltar das amarras. Os casais prometem se amar mais! Mas, e daí? E a nossa espiritualidade? E qual o sentido buscam os cristãos? Ah, muito mais o consumir, o comprar, adquirir bens, fazer-se sempre um medíocre capitalista, cujo sonho não é ser, mas ter. Porque nesta nova vida escrava do capital, do dinheiro, de uma sociedade hipócrita e cruel, os valores mudaram. Hoje, manda quem tem poder econômico e não quem tem ensinamentos. As igrejas mesmo, com exceções, obviamente, estão tomadas por hipocrisia, fingimento, demagogia. De castas que se julgam superiores apenas por terem bens matérias. E Jesus, do alto da Cruz, pede a Deus, pelo amor de Deus, para arrumar outra data para ele nascer. Porque nesta, dia 25 de dezembro, só dá o velho com cara de judeu, o Papai Noel. Aquele que ilude a criança cujos pais não têm poder de compra para fazê-la sorrir.

Mas o mundo é assim, competitivo. E, quando se aproxima o Natal, o Ano Novo, todos querem mostrar o espírito da solidariedade, de ser família. Todos querem se abraçar, se doar, dar presentes, confraternizar. Bonito, desde que estejamos com pessoas com as quais gostamos, o prazer de estar juntos. E não estar só por estar, porque devem ser seguidas as normas. Pois nesta hora, quero que as regras sucumbem, que os ternos das gravatas se queimem, porque a hipocrisia fede. Sejamos nós mesmos, sem máscaras nas caras, sem bajulações, sem dissimulações. Sejamos homens, à imagem e semelhança do Senhor. Como pecadores, pessoas cheias de defeitos, mas que sejamos espontâneos, firmes em nossos propósitos e convictos daquilo que almejamos. E que Deus, o Criador, e seu filho Jesus Cristo, nos abençoe e nos proteja deste mundo onde, felizmente, ainda o bem vence o mal, mas que está perdendo a sua candura, a sua mais preciosa dádiva, que são o amor e a caridade. Que assim seja, Amém!

 

Amigos e Amigas, meu desabafo apartidário:

15 de dezembro de 2015

Infelizmente, há uns babacas de plantão, principalmente nas redes sociais, que insistem em usar como desculpas para defender este famigerado PT corrupto, de que os políticos dos outros partidos também roubaram e isso não é privilégio da quadrilha do Lula. Pôxa, mas usar esse tipo de argumento chega a ser nojento, asqueroso. Aliás, nem vou entrar em detalhes. Só acho que, independente de ser PT, PSDB, PMDB, PDT, DEMO, PHP ou PQP, político corrupto tinha de estar atrás das grades. Não sou filiado, graças a Deus e a mim, a nenhum partido político. E nem defendo este ou aquele.

Mas só uma coisa para explicar, e ela é bem clara: quem está no poder há 13 anos, e que deixou este país na merda de hoje, com uma economia fudida, inflação alta, desemprego, educação sucateada, saúde se transformando num caos, mensalão, lava-jato, corrupção, milhões e bilhões saindo pelos ladrões dos 3 poderes, enriquecimento ilícito da família do chefe da quadrilha etc, é o Partido dos Trabalhadores, o popularíssimo PT. E não outro partido, a não ser o PMDB, vendido e da mesma casta suja do PT. Eles que governam há 13 anos. 13 de PT, de desvio do erário público para contas na Suiça. Portanto, caras defensores, parem de virar chacotas.

“E o Kiko”?

10 de dezembro de 2015

Estão dizendo que 1/3 da turma que compõe a Comissão de Impeachment contra Dilma está com rabo preso na Justiça, Mas, e daí? Vou pegar um exemplo que li no Facebook na semana passada: “Você tem de um lado um vizinho que é pedófilo; do outro lado um vizinho que é traficante de drogas. Aí o pedófilo resolver denunciar o traficante, que é flagrado com a droga e vai preso”. Aí eu pergunto: a denúncia do outro criminoso valeu ou não valeu?

Portanto, os fins não justificam os meios, porque o único argumento que o petista xiita tem é o seguinte: “os outros partidos também roubaram muito”. E o Kiko? O quê que eu tenho com isso? O PT nasceu pra ser diferente e hoje se tornou a maior escória da política brasileira.

Padre Ricardo Caricatti deixará Monlevade

9 de dezembro de 2015

Conforme anunciei em primeira mão na quinta-feira passada, dia 3, pela minha Linha do Tempo do Facebook, e noticiado somente hoje em um jornal de Monlevade, o “Diário do Vale, o Padre Ricardo Caricatti deixará mesmo as Paróquias de Nossa Senhora de Fátima, na Vila Tanque; e a São José Operário, no Centro Industrial. A decisão é do Bispo da Diocese Itabira/Monlevade, Dom Marco Aurélio Gubiotti. O Padre Ricardo Caricatti deverá assumir a Paróquia da cidade de Rio Piracicaba. Bastante carismático e responsável por uma reformulação nas duas paróquias, levando sempre multidões de católicas às duas Igrejas, há um movimento pela sua permanência. É voz geral na comunidade das duas paróquias que dificilmente o Padre Ricardo terá um substituto que promova a mesma união que ele conseguiu, durante os anos que atua na cidade.

O Padre Jorge Teixeira assumirá as duas Paróquias.

Padre Ricardo Caricatti

Padre Ricardo Caricatti: carismático e grande liderança religiosa

(Foto: Divulgação)

Rio Piracicaba: Vale não comparece à Audiência Pública para discutir segurança da barragem e recebe duras críticas

5 de dezembro de 2015

A Vale perdeu uma grande oportunidade e participar da Audiência Pública realizada na noite de ontem, na Câmara Municipal de Rio Piracicaba, que foi realizada após convocação do presidente da Casa Legislativa, vereador Luiz Sérgio de Oliveira. O tema foi “Fiscalização da segurança das barragens de rejeitos de Mineração” e sobre a “Responsabilidade ambiental pelos danos causados em caso de rompimento das barragens. Participaram como palestrantes o professor da PUC Minas e advogado Mário Quintão Soares, e as advogadas Graziela Justino Ladeia e Marisa Pereira Campos, todos especialistas  em causas sobre indenização por danos ambientais e direitos do consumidor.

Após o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, ocorrida no último dia 5 de novembro, cresceu a preocupação das cidades onde estão instaladas as barragens de rejeitos das mineradoras, incluindo-se ai Rio Piracicaba, onde atua a Vale com a Mina de Água Limpa e a barragem do Diogo. Dessa forma, o presidente da Câmara marcou a Audiência Pública, que teria um representante da Vale. No entanto, para surpresa de todos, a empresa não mandou representante, encaminhando na tarde dessa sexta-feira, 4, horas antes do início da sessão, uma correspondência afirmando que não participaria da Audiência, sem apresentar qualquer justificativa plausível. Sua única desculpa foi de que tem realizado reuniões com a comunidade de Rio Piracicaba, desde o dia 13 de novembro. “Nossa equipe técnica está realizando reuniões com o poder público e a comunidade para apresentar de forma clara e transparente o método construtivo das nossas estruturas, as condições atuais das barragens da Minas de Água Limpa, bem como monitoramentos sistemáticos e auditorias externas anuais para garantir as condições de segurança”, diz textualmente uma parte da carta,  e que foi assinada pelo gerente executivo de Operações das Minas Centrais, Rodrigo de Paula Machado Chaves.

A ausência da Vale e a justificativa geraram protestos durante o encontro, principalmente por parte da advogada Marisa Pereira Campos, que fez duras críticas à mineradora. Segundo a palestrante, a Vale, com estes encontros promovidos em seu escritório, tem como objetivo manipular as pessoas e fazer chantagens, como por exemplo dizer que pode até deixar de explorar o minério na região. “Isto é mentira, porque, da mesma forma que a comunidade precisa das mineradoras para geração de emprego e renda, as mineradoras precisam de permanecer na região. Afinal, elas vivem da exploração de minério, de exportá-lo e gerar lucros. E há um documento, em que a empresa tem a obrigatoriedade de permanecer trabalhando na exploração e produção do produto. Do contrário, ela perde a outorga e outra empresa assume a exploração. Portanto, o que a Vale está fazendo é pura chantagem e faz estes encontros em seu escritório para impedir a presença da mídia e de especialistas na área. Tudo para manipular a comunidade e isto também vem ocorrendo em Mariana”, sentenciou a advogada Marisa Pereira Campos.

DSC03889

A advogada Marisa Campos, que aparece ao lado do advogado e professor Mário Lúcio Quintão Soares, fez duras críticas à Vale, durante Audiência Pública realizada nesta sexta-feira, na Câmara Municipal de Rio Piracicaba

DSC03912

Encontro ocorreu atendendo à convocação do Presidente da Casa Legislativa, vereador Luiz Sérgio de Oliveira, que aparece na foto encerrando a sessão

(Fotos: Marcelo Melo)

Sucessão Municipal em Monlevade! Torres ou Moreira?

4 de dezembro de 2015

Estamos a menos de um ano das eleições municipais. E qual será o futuro de João Monlevade? Mesmo residindo fora da cidade, estou aqui de 15 em 15 dias e acompanho os bastidores da política local, somado à experiência jornalística. E hoje, mesmo que esteja não muto favorável a popularidade do prefeito Teófilo Torres, diante a opinião pública, diria que, candidatando-se à reeleição, tem grande chance se ser reeleito. Mas,e o nome do radialista e ex-prefeito Carlos Moreira? Obviamente que, caso ele fique mesmo com seu nome limpo diante a Justiça Eleitoral, seria um candidato em potencial e muito difícil de ser batido em João Monlevade. Mas, também acho que, muito improvável, que ele e Teófilo Torres entrem juntos na disputa. Será um ou o outro. Afinal, queiram ou não os opositores de plantão, o nome e a liderança do ex-deputado e atual membro do Tribunal de Contas de Minas Gerais, Mauri Torres, é respeitado e tem poder de decisão o seu voto. No entanto, dizem alguns “fofoqueiros de plantão”, que Mauri e Carlos estariam rompidos. Mas acredito mais em Papai Noel do que neste racha. Muita coisa envolve estes dois e a política, mesmo não tendo uma direção definida, é feita de momentos, mas alguns eternizados.

O que sei é que, pelo lado situacionista, a bola da vez está entre Torres e Moeira.  E quanto à oposição? O PT teria alguma chances neste processo sucessório de 2016? Muito difícil. Além da sujeira que coloca hoje o Partido dos Trabalhadores como o mais corrupto de todos os governantes que já se passou por este país, em nível local dificilmente há um nome de peso, com chances reais de chegar à chefe da cadeia do Executivo Municipal. Belmar Diniz, Gentil Bicalho ou uma terceira via desconhecida ainda aos olhos dos eleitores. Não acredito. Conceição Winter, outro nome que não mais alcança vôo. Estacionou e a tendência é só cair a sua votação nas urnas.

Portanto, mesmo alguma água podendo rolar até lá e o nome do empresário Eustáquio Bicalho ser cotado como a surpresa para as eleições municipais do próximo ano, e ai sim com chance real, é assistir com certa frustração a falta de lideranças em nossa cidade, porque, a cada eleição, menos são as novidades.