Estudantes da Doctum sofrem com onda de assaltos. Um deles foi esfaqueado na noite de ontem

Acordei na manhã desta terça-feira, por volta das 7 horas, com o barulho de uma mensagem que chegava em meu celular. Ainda meio sonolento, peguei o aparelho , que sempre fica numa mesinha ao lado da cama, e fui direto ao ícone do WhatsApp. Pensei que havia chegado por lá. Mas não, a mensagem havia sido passado para o meu Facebook, via In Box. Li, reli e senti a indignação que paira sobre os monlevadenses quanto á segurança pública. Assaltos, roubos e homicídios estão se tornando comum em nossa cidade, que ainda está longe de ser uma metrópole.

Pois bem, mas a mensagem que chegou para mim foi de um amigo e pai de um estudante da Faculdade Doctum, antiga Funcec, localizada no bairro Vila Tanque. Isto porque, há meses, alunos e professores da escola têm sido vítimas de criminosos, que promovem assaltos diários sempre à mão armada, além de furtos de veículos e motos e que, meses atrás, culminou com a morte de um assaltante, após ter tentado roubar a motocicleta de um policial. A situação é tão grave que os estudantes não têm segurança nem mesmo de sair da Faculdade até seus veículos, para chegar em suas casas, já que sempre há o risco de um assalto nesses pequenos trechos.

E, mesmo diante das várias ocorrências e de se tentar buscar uma solução ao grave problema, a direção da Doctum ainda não tomou qualquer providência, como por exemplo de contratar seguranças para agirem nos arredores da escola. E, segundo as informações, também não há um policiamento ostensivo por parte da Polícia Militar, dando ainda mais chance para ação dos bandidos.

Gota D´água

A gota d´água se deu na noite de ontem, quando um estudante foi esfaqueado por um ladrão e que teve de ser socorrido no Hospital Margarida, provocando revolta entre toda a comunidade escolar e os amigos. Abaixo a mensagem que recebi do pai do aluno, e que prefiro omitir a fonte:

Marcelo bom dia, tudo bem? Queria ver se pode nos ajudar com um problema que vem atormentando os alunos da faculdade Doctum, na Vila Tanque. Têm sido constantes os assaltos e ninguém faz nada. A Polícia alega que é problema da Doctum, por ser nos arredores da escola, enquanto a direção do estabelecimento nada faz para solucionar o problema. Na noite de ontem foi a gota d´água, quando um assaltante esfaqueou o rosto de um estudante próximo à Portaria da escola. Na oportunidade, fiquei indignado com a atitude do porteiro que estava em serviço. Ele foi chamado para ajudar e disse não poderia fazer nada por estarem fora da escola. Um absurdo. O pior é que, diariamente, pequenos assaltos estão ocorrendo em frente à Doctum e nada é feito para minimizar o problema. A direlção da escola tem sido omissa.

E um agravante: após o esfaqueamento ocorrido, a Polícia chegou ao hospital e conversou com a vítima, que afirmou se tratar de marginais que se passam por estudantes, e que seriam dois os ladrões que o agrediram. Após uma ronda pelo local próximo à Faculdade, foram detidos dois elementos e levados até o estudante esfaqueado, para que ele pudesse fazer o reconhecimento. Isto cara a cara, no quarto de hospital. Mesmo que se tratasse dos dois agressores, jamais a vítima iria acusá-los, obviamente, por questões de sua própria segurança”.

A comunidade escolar pede providências e os alunos prometem iniciar um movimento em frente à Faculdade, não entrando nas salas de aulas até que a direção da Doctum tome providências práticas.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: