Contas de Simone são aprovadas pelo Ministério Público

Fonte: Jornal A Notícia Regional – http://www.anoticiaregional.com.br/noticia.asp?id=5481

O Ministério Público Eleitoral (MPE) aprovou, com ressalvas, as contas da prefeita eleita de João Monlevade, Simone Carvalho Moreira (PSDB). De acordo com advogada Érica Verli, responsável pela defesa, o parecer do MPE indicou que os erros apontados pelo Cartório Eleitoral, que sugeriu a desaprovação das contas, não são graves a ponto de desaprová-las. Agora, os documentos serão encaminhados ao juiz eleitoral, Rodrigo Braga de Barros, que vai julgar e sentenciar o caso. Ele pode acompanhar o parecer do MP ou não.

No entanto, segundo a advogada em conversa exclusiva com o A Notícia, o parecer do MP é muito importante para a defesa. “Com esse parecer, as expectativas do julgamento em primeira instância favorável são enormes”, disse a advogada.

O caso

Parecer técnico de analista jusdiciário do Cartório Eleitoral de João Monlevade indicou a reprovação das contas da prefeita eleita, Simone Moreira (PSDB). O documento apontou algumas inconsistências, relativas a doações para a campanha, ao pagamento de prestadores de serviços, entre outros. Na quinta-feira passada (1), a advogada apresentou a defesa, um relatório com 17 páginas ao Ministério Público. A sentença do juiz deve ser proferida nos próximos dias. Se ele reprovar as contas, cabe recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE)

simone

A prefeita eleita, Simone Carvalho, teve suas contas aprovadas pelo Ministério Público Estadual

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: