Um artigo de Ferreira Gullar. Para reflexão!

Poucas pessoas conseguem admitir um erro, com tanta maestria. Fica, aqui, então, uma lembrança póstuma ao poeta Ferreira Gullar, que deixou esse mundo, não sem, antes, demonstrar a grandeza da humildade:

“O Chico Buarque… Bem, ele elogia Cuba, mas não quer morar lá. No Brasil o Chico publica o livro que quer, faz a poesia que quer, canta a canção que quer, fala mal do governo – um cara que faz tudo isso não vai querer morar num país onde não se faz nada disso, né? Então é mentira.
É a mesma coisa do esquerdismo. O cara não tem coragem de dizer que Cuba é uma ditadura. Era um sonho maravilhoso e não deu certo. Eu passei a minha vida quase toda sendo comunista, fui preso, mas voltei a pensar e vi que tava errado.
O propósito de Cuba é o melhor e mais generoso possível: – Querer a sociedade justa.
Só que está provado que o caminho não é esse, e as pessoas não têm coragem de dizer.
As pessoas vivem de mentira. É tudo hipocrisia, uma cretinice…
Já pensou que não existe mais opinião? Tudo é preconceito.
Qualquer opinião que contraria o que está estabelecido é preconceito”.

(GULLAR, Ferreira)

Vá em paz, Nobre Poeta!

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: