Archive for março \31\UTC 2017

Detran MG estipula prazo para veículos com Documento de 2016

31 de março de 2017

Publicado em Quinta, 30 Março 2017 15:24

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Trânsito de Minas Gerais, publicou, no jornal Minas Gerais desta quarta-feira (29), a Portaria 143/17, contendo os prazos para renovação do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículos (CRLV)  em 2017.

Dados do Detran-MG apontam que em Minas Gerais existem 8,9 milhões de veículos em condições de licenciamento. Desses, 3,9 milhões ainda estão com débito da taxa de licenciamento que vence nesta sexta-feira, 31 de março.

De acordo com a publicação, os proprietários de veículos com final de placas 1, 2, 3,4 e 5 poderão portar o Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) 2016 até o dia 31 de maio, para os de placas finais 6,7,8, 9 e 0, o prazo é 30 de junho.

Até estas datas, nenhum veículo pode ser apreendido, desde que o condutor esteja portando o Documento (IPVA) relativo ao ano de 2016.

Empossados os novos membros do Conselho da Terceira Idade de João Monlevade

28 de março de 2017

Depois de assinada a Portaria Nº 446/2017, pela prefeita Simone Carvalho Moreira (PSDB), foram empossados os novos membros do COMTI (Conselho Municipal da Terceira Idade). A solenidade de posse para o quadriênio 2017 a 2021 aconteceu na tarde desta segunda-feira, 27, no Auditório da Prefeitura de João Monlevade.

O evento foi abrilhantado com a participação do Coral Convivência Feliz, acompanhado pelo músico Rogério Salomão. Acompanhada pelo vice-prefeito Fabrício Lopes, a secretária municipal de Assistência Social, Dorinha Machado, homenageou a presidente emérita Tereza Dias Salomão, as ex-presidentes Luciene de Paula Bernardo e Carmelina Moraes de Moura. Também foram agraciados por Dorinha Machado os conselheiros governamentais e não governamentais e colaboradoras do COMTI.

A próxima reunião dos novos membros do COMTI acontecerá no dia 24 de abril, quando será definida a nova mesa diretora do conselho.

O vice-prefeito Fabrício Lopes dirigiu os trabalhos, tendo ao seu lado a secretária Dorinha Machado

Os conselheiros empossados

ETEs do Cruzeiro Celeste e Carneirinhos são discutidas em reunião na Câmara

27 de março de 2017

As estações de tratamento de esgoto (ETEs) do Cruzeiro Celeste e de Carneirinhos foram assunto em reunião realizada na última quinta-feira, 23, na Câmara Municipal. Estiveram presentes o diretor geral do Departamento Municipal de Águas e Esgoto (DAE), Cleres Roberto de Souza, e o engenheiro da autarquia, Gilmar Rodrigues; o presidente da Casa, Djalma Bastos (PSD); e os vereadores Belmar Diniz, Gentil Bicalho (ambos do PT); Guilherme Nasser (PSDB), Fábio da Prohetel (PP), Cláudio Cebolinha, Lelê do Fraga (ambos do PTB), Toninho Eletricista (PHS), Thiago Titó (PDT) e Vanderlei Miranda (PR). Os vereadores Pastor Carlinhos, Revetrie da Saúde (ambos do PMDB) e Tonhão (PPS) foram representados por seus assessores parlamentares. A reunião foi solicitada pelo presidente Djalma Bastos tendo em vista que alguns vereadores manifestaram dúvidas com relação à situação das ETEs nas últimas reuniões ordinárias.

De acordo com Cleres, as obras da ETE Cruzeiro Celeste foram concluídas em 2011. Contudo, a estação ainda não está em funcionamento devido à falta de licença de operação, cuja documentação está em análise pela Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Supram) Leste, em Governador Valadares. “A licença de instalação foi autorizada em dezembro de 2013. Agora, estamos aguardando que a Supram analise a documentação e faça uma vistoria na área da ETE para que possamos colocá-la em operação”, declarou Cleres.

Gilmar explicou que como a obra da ETE Cruzeiro Celeste foi iniciada em 2009 sem o licenciamento de instalação, foi exigida licença corretiva pela Supram com inúmeras reivindicações a fim de conseguir a liberação de execução. “A obra foi inaugurada sem ter a liberação de funcionamento já que as condicionantes para tal não foram cumpridas. Somente em 2013, após a entrega do restante da documentação, é que a licença de instalação foi liberada”, afirmou.

Quanto à ETE Carneirinhos, Cleres disse que estão em execução as obras dos interceptores, faltando apenas o bairro Laranjeiras e algumas interligações. Até agora, já foram gastos mais de R$2 milhões. Além disso, o licenciamento de construção da ETE está em análise faltando o parecer da Supram e o registro de imóvel da nova área. “Houve algumas alterações no projeto da ETE Carneirinhos visando menor custo de operação. Com isso, iremos construir uma ETE mais moderna, sete gerações mais avançada que a planejada inicialmente, com alta redução de impacto ambiental e maior eficiência no tratamento de esgoto”, destacou o engenheiro.

A área onde será construída a ETE Carneirinhos fica localizada após o depósito de minério da ArcelorMittal Monlevade. Gilmar explicou que o projeto da obra já foi entregue à empresa e aguarda agora o documento de liberação da área pela ArcelorMittal. “Depois que o documento for liberado, a Supram precisa vistoriar a área. Temos disponíveis R$7 milhões para a realização da obra e o prazo para início da construção da ETE é dezembro deste ano. Caso isso não aconteça, Monlevade perde o recurso”, explicou Gilmar.

Preocupado com a situação, o presidente Djalma Bastos disse que a Câmara precisa unir forças junto a Supram para que as vistorias tanto na ETE Cruzeiro Celeste quanto na área onde será construída a ETE Carneirinhos sejam feitas o mais rápido possível. “O tratamento de esgoto em Monlevade é de extrema importância. Precisamos nos unir a fim de que a Supram venha o quanto antes ao município para realizar as vistorias. Não podemos perder o recurso e obras tão importantes como essas”, declarou Djalma.

Os demais vereadores demonstraram apoio a Djalma e disseram que vão cobrar da Supram as vistorias a serem feitas. “Não podemos cruzar os braços diante dessa situação e deixar que Monlevade perca o recurso para a construção da ETE Carneirinhos. Se for preciso, iremos até a Supram cobrar deles as visitas técnicas. Depois não adianta ir à tribuna e reclamar do DAE por ter perdido o recurso. O momento de cobrarmos uma ação da Supram é agora”, afirmou Guilherme Nasser.

Ao fim do encontro, o presidente Djalma Bastos sugeriu que fossem realizadas visitas à ETE Cruzeiro Celeste, à área onde será construída a ETE Carneirinhos e à Estação de Tratamento de Água (ETA) nas Pacas. As visitas serão agendadas nos próximos dias junto ao DAE.

 

Reunião discutiu assuntos de interesses coletivos

(Foto: Maria Tereza)

Gastronomia das Doninhas de Lavras Novas

27 de março de 2017

Reserve já sua Mesa:

 

Número Limitado.

Interessados em adquirir as mesas podem nos procurar pelo WhastApp (31) 98711.0379 (falar com Marcelo Melo), pelo Aplicativo Lavras Novas (com a Lu Pautilla), por esta Página ou In Box, ou ainda pelo nosso endereço de e-mail (marcelomanuel.melo@hotmail.com), que passaremos os dados para que seja efetuado o depósito bancário. Mesas em número limitado.

Obrigado.

 

Gastronomia das Doninhas de Lavras Novas

27 de março de 2017

Estamos promovendo o “I Festival da Gastronomia das Doninhas de Lavras Novas!

O Festival da Gastronomia das Doninhas de Lavras Novas vem contemplar as senhoras do distrito e valorizar a culinária local. Mas também o Festival da Culinária de Buteco tem o objetivo de valorizar o povo de Lavras Novas, já que também é aberto às pessoas que são proprietárias de bares e restaurantes no distrito, entre eles a maioria de nativos.

Em Ordem Alfabética os sete pratos que serão servidos durante o “I festival da Gastronomia das Doninhas de Lavras Novas! E as Cozinheiras:

Costelinha com Ora-Pro-Nobis (Maria Inêz e Chiquinha), Feijoada (D. Maria de Eugênio), Frango com Quiabo (Marlene Maia), Polenta com Costelinha ao Barbecue e Couve (Janete, Cláudia e “Titia” de Soró), Tropeiro (Rosária e Aparecida), Tutú à Mineira (Bebé e Dodôra) e Umbigo de Bananeira (D. Vera do “Padre”).

E ainda os doces e tortas preparadas por Júnia Marins e os bolos de Mirna.

Fotos: Marcelo Melo e Divulgação

A nossa boa lembrança de um bom homem!

26 de março de 2017

Acordei agora cedo com o telefonema do amigo “Lilico”, velho taxista de João Monlevade. Infelizmente, não era notícia boa. Já atendi ao telefonema meio receoso e não deu outra: Do outro lada da linha o amigo dizia: – “Marcelo, você está em Monlevade”? “Não”, eu respondi. – “Estou em Lavras Novas”. E já fui questionando sobre o que havia ocorrido. E Lilico completou: – “Seu Odorico faleceu à meia noite de hoje”, referindo-se ao seu velho pai. Senti um aperto. Afinal, gostava muito de Seu Odorico, também taxista, na época que chamávamos os profissionais de “Chofer de Praça”. Sempre ali na Estação de Trem, aguardando os passageiros, com um sorriso meio tímido e uma fala mansa, sempre prestativo e muito educado. Foi-se aos 91 anos bem vividos, e deixando sua obra em vida.

Descanse em paz, Seu Odorico. E certamente reencontrará sua velha companheira, saudosa D. Amélia, ( a mulher de verdade), que se foi a alguns anos, ao lado do Pai. Fica a nossa saudade!

Falece Seu “Odorico do Táxi”. Vá em paz!

26 de março de 2017

Comunicado:

Faleceu por volta de zero hora deste domingo, no Hospital Margarida, em João Monlevade, o Sr. Odorico de Paula Rodrigues, 91 anos, residente à Rua 5, Bairro Vila Tanque. Seu Odorico já encontrava-se enfermo a algum tempo. Seu sepultamento está sendo realizado no Velório Municipal e o sepultamento se dará às 16 horas.

Seu Odorico era aposentado da Belgo-Mineira e durante anos foi taxista em Monlevade, desde os tempos que eram chamados de “motoristas de praça”. Trabalhou até recentemente e nos últimos anos fazia ponto na Estação Ferroviária. Deixou cinco filhos, sendo três mulheres e dois homens, que herdaram do pai a profissão. Lilico, é um dos mais populares taxistas de Monlevade, e Flávio, que reside em Ipatinga.

Nossos sentimentos aos familiares e amigos e que Deus conforte a todos.

A imagem pode conter: 2 pessoas

Na foto com uma de suas filhas, o já saudoso Seu Odorico, grande figura humana

Bahia de todos os Santos e Orixás!

25 de março de 2017

Assistindo ontem ao “Globo Repórter”, uma bela reportagem intitulada “Bahia de todos os Santos”, contando um pouco da história da Bahia, seu litoral, suas ilhas e sua história. Por já ter morado alguns meses em Salvador, na década de 1980, posso falar um pouco daquele lugar encantador, da magia e do vivenciar o Sincretismo Religioso, onde Padres Católicos se juntam às Mães de Santo, sem qualquer preconceito. Toda a tolerância religiosa ali é permitida, o que faz da Bahia e de seu povo um lugar diferenciado e multi-cultural.

Bruno não faz parte desta regra!

20 de março de 2017

Ninguém disse aqui que a Eliza Samudio era “santa”. Mas nada justifica o bárbaro crime e a ocultação do cadáver cometido pelo jogador Bruno e amigos. Cenário covarde de um criminoso frio. E mais: que não cumpriu a sua pena. Afinal, foi condenado a 22 anos e cumpriu apenas seis anos. Porque a Lei Brasileira protege o bandido.

Fácil jogar a culpa na mulher. Talvez com adjetivos chulos, como “puta”, “vagabunda”. Ou “Maria chuteira”. Não importa. Aí vai do caráter de cada um e Bruno provou não ser um cara do bem. Dar nova oportunidade a uma pessoa que cometeu um erro, é sim, louvável, justo. Mas cada caso é um caso e Bruno não faz parte desta regra.

Câmara e Igreja convocam população a se empenhar na Campanha da Fraternidade 2017

16 de março de 2017

A Câmara Municipal de João Monlevade realizou na noite de ontem, 14, audiência pública sobre a Campanha da Fraternidade 2017. Este ano, o tema é “Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida”, cujo lema é “Cultivar e Guardar a Criação”. A audiência foi solicitada pelos vereadores Vanderlei Miranda (PR) e Leles Pontes (PRB).

Além dos autores, o evento contou ainda com a presença do presidente da Casa, Djalma Bastos (PSD), e dos vereadores Belmar Diniz, Gentil Bicalho (ambos do PT), Fábio da Prohetel (PP) e Thiago Titó (PDT); representantes de entidades e pastorais; alunos do curso de Direito da Funcec/Doctum; do presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piracicaba, Flamínio Guerra; e da secretária municipal de Meio Ambiente, Fernanda Ávila. Também marcaram presença o padre Carlos Jorge Teixeira e o vigário da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, padre Marco José de Almeida, que discursou sobre o tema da campanha.

Na abertura da audiência, Padre Marco José fez uma breve explanação de como surgiu a Campanha da Fraternidade. Segundo ele, desde a sua criação, há 54 anos, já foram abordados diversos temas de cunho social e ambiental. “A Campanha da Fraternidade é realizada nos moldes das Conferências Latino-Americanas que tem o objetivo de levar o cidadão a ver, julgar e agir de acordo com aquilo que lhe foi proposto. Como agir não sabendo ver e julgar? Aquilo que não se trabalha não permanece vivo. Quantos projetos importantes poderiam ter surgido a partir das campanhas da Fraternidade realizadas até aqui?”, questionou o padre.

De acordo com padre Marco, a Campanha da Fraternidade deve levar o cristão a uma reflexão profunda proporcionando a ele um conhecimento pessoal daquilo que a campanha propõe. “Quando temos preconceito de algo ou alguém, caminhamos para nos distanciar de nossos objetivos. E não é isso que buscamos com a campanha. Queremos unir forças em prol de um objetivo maior que é lutar pela defesa da vida em todas as esferas”, destacou.

Padre Marco José disse, ainda, que uma das preocupações mais atuais da população mundial é com a escassez de água potável. “Essa é uma realidade bem próxima de nós. Por isso, gostaríamos que somássemos força em favor da água. Para isso, a Paróquia terá como prioridade, a partir da Campanha da Fraternidade, descobrir e revitalizar as nascentes existentes no município. Queremos chamar o poder público, privado, empresas e entidades para que estejam conosco nessa caminhada”, afirmou.

Dessa forma, o primeiro ato em prol da revitalização das nascentes será realizada no próximo domingo, 19, com uma caminhada contemplativa no bairro Cidade Nova. A concentração será às 9h30, em frente à Capela de São Bento. Também será celebrada missa no local.

Para o presidente da Casa, Djalma Bastos, o tema levantado pela Campanha da Fraternidade este ano deve ser trabalhado de forma contínua. “Precisamos unir forças para defendermos e protegermos o meio ambiente, pois dependemos dele para sobreviver. A Câmara tem projetos voltados ao meio ambiente e vamos continuar trabalhando em prol disso. Nos colocamos à disposição daqueles que quiserem se juntar a nós nessa causa”, concluiu.

 

A Mesa que coordenou os trabalhos

Um grande número de pessoas participou da Audiência Pública

(Fotos: Maria Tereza)